• Atualidade,  Informação

    Estado português fica com 50% da TAP mas a gestão continua em mãos privadas

    O Governo de António Costa concluiu as negociações com o consórcio e recupera 11% do capital da transportadora aérea. O memorando de entendimento determinou que o presidente do conselho de administração da empresa passa a ser nomeado pelo Governo. O objetivo era a reversão da privatização da companhia para que o Estado assumisse a posição maioritária. Depois de dois meses e meio de negociações entre o Governo e o consórcio Gateway, a TAP continua com gestão privada e o Estado com o poder de vetar algumas das decisões tomadas pelos restantes acionistas. “Os interesses da TAP tinham de vir ao de cima, permitindo este desfecho. Chegamos a um acordo de…