• 7ª Arte

    The Killing of a Sacred Deer

    Angustiante e sinistro como sempre, Yorgos Lanthimos realiza mais um bizarro e desconcertante filme, inspirado nas ironias trágicas de Eurípedes. The Killing of a Sacred Deer coloca em evidência a frustração e impotência humana, transcendendo em simbolismos. O resultado final pode dividir opiniões, mas o que é garantido é a confirmação de um registo singular inerente aos seus trabalhos. Lanthimos não se prende aos limites exacerbados do politicamente correto para passar a sua mensagem na elaboração do argumento. Eleva e dignifica as tragédias escritas pelos antepassados gregos, criando um ambiente kafkiano em torno do universo das suas narrativas. Aflição, desconforto e uma sensação de insignificância para com o mundo ―…