Atualidade

Tentativa de atentado no Aeroporto de Orly, em Paris

Homem foi abatido depois de roubar arma a militar.

Um homem foi hoje abatido no aeroporto de Orly, em Paris, depois de ter roubado uma arma a um militar do dispositivo de vigilância antiterrorista.

Cerca de três mil pessoas foram retiradas do terminal sul do aeroporto de Orly, enquanto os passageiros do terminal oeste foram confinados, precisou Brandet.

“O tráfego aéreo foi completamente interrompido”, indicou um porta-voz da Direção-Geral da Aviação Civil (DGAC).

A operação policial que decorreu no perímetro do aeroporto determinou que não havia explosivos no terminal. Nenhum passageiro em trânsito ficou ferido, mas a patrulha de três militares que foi visada pelo atacante ficou em estado de choque e teve de ser assistida.
Segundo revelou ao Le Figaro uma testemunha no local, o homem conseguiu fazer refém uma militar usando a arma dela para ameaçar os outros dois elementos da patrulha antes de ser dominado e baleado mortalmente.

O homem abatido estava referenciado pela polícia e era conhecido pelos serviços secretos. A polícia francesa confirmou, entretanto, que o homem abatido foi o mesmo que, horas antes, estivera envolvido num tiroteio com agentes em Stains, Seine-Saint-Denis: mandado parar durante uma operação de controlo rodoviário, tentou balear os polícias e acabou por ferir um dos agentes, que não corre risco de vida.

O aeroporto de Orly é o segundo maior da capital francesa e fica cerca de 13 quilómetros a sul de Paris.

Depois do ocorrido, dois voos da TAP com destino a Paris-Orly tiveram hoje de ser desviados para a pista de Charles de Gaulle.

Fonte oficial da TAP Portugal disse à Lusa que o incidente está a ser tratado como “um atentado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *