Um hino ao futebol: magia na segunda mão, com reviravoltas improváveis das equipas inglesas.

A segunda mão das meias finais da liga dos campeões começou em Anfield. O Barcelona, que levava uma vantagem de 3-0, visitou o Liverpool. Desesperados, os reds entraram com tudo e logo aos 7 minutos de jogo, Divock Origi, na recarga de um remate de Henderson, faz o 1-0.

Só na segunda parte vieram mais golos. Gini Wijnaldum, que entrou ao intervalo para substituir o lesionado Robertson, bisou com golos aos 54’ e 56’, empatando assim a eliminatória. O domínio da equipa inglesa continuou e aos 79’, numa jogada de génios, Trent Alexander-Arnold finta que não vai bater o canto e de seguida bate curto para Origi. Os catalães foram apanhados desprevenidos e não conseguiram evitar o golo. O resultado ficou fixado em 4-0 (4-3 no agregado), completando assim a reviravolta e confirmando um colapso do Barcelona pelo segundo ano consecutivo.

Wijnaldum celebra o seu bis.
Fonte: O Jogo.

Em Amesterdão, o Ajax recebeu o Tottenham. Os holandeses traziam uma vantagem de 1-0 de Londres. A formação de Ten Hag entrou forte e parecia ter confirmado a final com golos de De Ligt e Ziyech, aos 5’ e 35’. No entanto a segunda parte foi dominada pelos spurs, dois golos rápidos de Lucas Moura, aos 55’ e 59’, que relançaram a eliminatória. Uma bola ao poste podia ter fechado a meia final em favor do Ajax, mas foi um remate colocado de Lucas Moura aos 90+5’ que meteu os londrinos no caminho de Madrid. 3-2 ficou o resultado (3-3 no agregado, com vantagem nos golos fora para o Tottenham).

Lucas Moura manda o Tottenham para a final.
Fonte: Sky Sports

A Final será então um embate entre equipas inglesas com o Liverpool vs Tottenham. O jogo vai ser disputado dia 1 de junho, sábado, no Estádio Metropolitano em Madrid.

Revisto por Catarina Santos

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *