Atualidade,  Informação

Vitórias para Cruz e Sanders

Esta terça-feira foi de eleições primárias nos Estados Unidos, desta vez no Estado do Wisconsin. Desde o dia um de fevereiro, no Iowa, que republicanos e democratas estão em sufrágio para ver quem serão os candidatos de cada um dos lados para as eleições do dia oito de novembro deste ano.

Do lado republicano a luta continua a ser entre o magnata Donald Trump e o senador Ted Cruz, uma vez que John Kasich, com apenas 143 delegados eleitos até agora, está fora da corrida ao lugar de candidato republicano. Ted Cruz conseguiu alcançar 48% dos votos naquele Estado, contra 35% de Trump. Assim, o senador do Texas ficou com 36 dos 42 delegados do Wisconsin. Trump ficou com os restantes seis delegados. Contas feitas, Donald Trump tem agora 743 delegados e Ted Cruz tem 517.

Isto acontece numa altura em que faltam 16 Estados irem a votos para que cheguem ao fim as primárias do lado republicano. Estes resultados dificultam a tarefa de Trump de conseguir a nomeação antes da convenção do partido, que se realiza entre 18 e 21 de julho, em Cleveland. Para que tal aconteça é preciso que um candidato tenha 1237 delegados. A próxima paragem republicana é Nova Iorque, no dia 19 de abril.

Também houve aproximação no lado democrata. Bernie Sanders, senador do Vermont, venceu e reduziu para 690 o número de delegados em relação à favorita Hillary Clinton. Os números: 57% para Sanders e 43% para Hillary. Na contagem total, o senador tem agora 1058 delegados e a ex-secretária de Estado tem 1748 (são precisos 2383 para vencer).

A convenção do partido realiza-se entre os dias 25 e 28 de julho, em Filadélfia. O próximo Estado a ir a votos é o Wyoming, no dia 9 de abril. Cinco dias depois, no dia 14, há debate em Nova Iorque. Neste momento faltam 18 Estados e três territórios não incorporados (Guam, Ilhas Virgens Americanas e Porto Rico) para que o sufrágio democrata fique completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *