While We Wait da Kehlani

Enquanto estávamos à espera de um novo álbum e do nascimento da sua primeira filha, a Adeya, a cantora natural de Oakland, na Califórnia, lançou uma mixtape em fevereiro com nove músicas para todos os fãs que adoram R&B e Hip-Hop. A terceira mixtape da Kehlani teve tanto sucesso e uma ótima receção quanto o seu último álbum SweetSexySavage (2017), conseguindo chegar ao número 9 na tabela da Billboard 200. Na mixtape, a cantora mistura brilhantemente os sentimentos de vulnerabilidade com amor e uma grande dose de inteligência emocional que vem das (boas e más) experiências passadas.  

Footsteps feat Musiq Soulchild

A música inicial da mixtape combina um estilo Neo Soul, de forma serena, em que a Kehlani canta sobre ter que deixar uma pessoa mesmo não querendo. A cantora fala sobre a necessidade de haver paciência e honestidade nas relações que tem. Em Footsteps, a Kehlani usou um excerto da música Ice Box, do cantor Omarion. Esta primeira faixa ainda contou com a colaboração do cantor Musiq Souldchild, reconhecido pelo mesmo género musical e admirado pela cantora. 

Too Deep

Uma música escrita inicialmente pelo compositor Trinidad James, no estilo Rap, que foi depois transformada para uma música R&B para a cantora. A segunda faixa, mesmo assim, apresenta partes de Hip-Hop, quase Rap. Como mensagem da música, a Kehlani tentou mostrar que muitas vezes num relacionamento que aparentemente não parece ser muito sério, acaba sempre por haver um grande envolvimento de sentimentos mais profundos.  

Nunya feat Dom Kennedy

A terceira faixa da mixtape, com um ritmo cativante, é dedicada aos ex’s da cantora que ainda tentam contactá-la e não conseguem aceitar o passado. Com 24 anos e 4 projetos musicais de grande sucesso, a cantora afirma que não precisa de se justificar a ninguém e que os ex-namorados perderam alguém que conseguiu ser famosa e ter reconhecimento por mérito próprio. Nesta música, a cantora fez parceria com o rapper Dom Kennedy, da Costa Oeste (Califórnia) como ela. 

Morning Glory

Na quarta faixa, a Kehlani fala sobre o facto de o seu companheiro ter que aceitá-la da maneira que ela é, especialmente ao acordar de manhã. Sem peruca, maquilhagem ou unhas falsas ao despertar após uma grande noite. Quem ficar desconfortável com a aceitação do seu “eu verdadeiro” pode ir-se embora porque a cantora vai sempre ser autêntica e não vai esconder a sua aparência natural. A Kehlani, na música, ainda faz referência a duas cantoras icónicas de R&B/Soul das quais é fã: India.Arie e Erykah Badu.

Feels

A quinta canção volta ao tema dos sentimentos e emoções numa relação. Nela, a cantora confessa ter feito várias perguntas a si própria e chegou à conclusão que não pode negar mais os sentimentos que tem pela outra pessoa. A Kehlani afirma que, mesmo tendo más experiências no passado, não deixa que isso afete o presente, visto que se tornou numa mulher muito mais forte do que era. 

Nights Like This feat Ty Dolla $ign 

A sexta canção, e primeiro single lançado da mixtape, é uma das que mais teve e continua a ter um enorme sucesso. Na faixa, a Kehlani canta sobre temas como a desonestidade e enganos que existem numa relação em que ela está empenhada em fazer com que funcione e a outra pessoa não. A outra parte brinca com os sentimentos da cantora que deposita toda a sua confiança nela. A cantora faz parte da comunidade LGBTQ e, nesta canção, a pessoa com quem tem uma relação é uma mulher. O rapper e cantor de R&B, Ty Dolla $ign, foi uma ótima adição à faixa e a sua voz harmoniza muito bem com a da cantora. 

RPG feat 6lack

Na sétima música, a cantora colaborou com um dos maiores nomes do “Moody Hip-Hop” (carregado de emoção) atualmente, 6lack, para comparar uma relação a um Role Playing Game (RPG) em que cada um faz um papel dentro do relacionamento. A outra pessoa age como se fosse tudo um jogo e a cantora pede-lhe constantemente para ser o/a tal jogador/personagem para lhe mostrar algum amor. Ao envolver uma expressão contemporânea que remete para vídeo jogos, a cantora também faz uma crítica às relações amorosas na era da tecnologia. 

Butterfly

A penúltima música da mixtape fala sobre o crescimento que existe numa relação. A cantora está diferente, mais madura e passou por uma espécie de metamorfose/processo de mudança como uma borboleta. A Kehlani fez ainda esta comparação porque em 2016 tentou suicidar-se e, quando as lagartas estão no processo de metamorfose, morrem no próprio processo ou sobrevivem e tornam-se borboletas. A cantora sente-se assim como uma pessoa nova e pronta a descobrir tudo sobre o seu parceiro pouco a pouco.

Love Language 

Na nona e última faixa, a Kehlani canta sempre com uma melodia catchy de um xilofone por trás, semelhante aos ritmos dos anos 2000, sobre o facto de haver uma barreira linguística numa relação mas que, mesmo assim, não é um impedimento para as duas pessoas se comunicarem e amarem. A cantora escreveu a música a pensar no relacionamento de um dos produtores da música, SuperDuperBrick, com a namorada que era brasileira. A cantora terminou a mixtape com uma visão positiva sobre o amor e feliz com a pessoa que se tornou ao longo do processo de gravação deste seu quarto projeto. 

Artigo revisto por Ana Rita Curtinha

Artigos recentes

A arte para além de uma moldura

A exposição “Genius or Vandal – an unauthorized show” chegou a Portugal no dia 14 de junho à Cordoaria Nacional, em Lisboa, onde estará aberta

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *