Desporto

A inacreditável história de superação de Jamie Vardy


Existem histórias que são dignas de filmes de Hollywood e esta é uma dessas. A história do atacante inglês Jamie Vardy, que chegou aos palcos mais ilustres de Inglaterra e do mundo, começando por ganhar 30 libras por semana e por ter estado preso. Acompanhem-me nesta incrível história de superação, de muitas dificuldades e de enormes sacrifícios deste grande jogador.

Quem é Jamie Vardy?

Jamie Richard Vardy nasceu no dia 11 de janeiro de 1987 (34 anos), em Sheffield. O avançado internacional inglês, atualmente, defende as cores do Leicester City, clube da Premier League. Mas, afinal, como é que este magnífico jogador chegou até onde está neste momento? Vamos descobrir.

O começo da glória

Vamos recuar no tempo até ao ano de 2002, ano em que, com os seus 16 anos recém-feitos, Vardy faz os testes para entrar para o Sheffield Wednesday, um clube tradicional da sua Terra Natal. Infelizmente, Jamie não foi admitido na equipa e, segundo boatos, a rejeição do jogador teve como principal motivo a sua baixa estatura. Porém, graças aos deuses do futebol, Vardy não desistiu de perseguir o seu sonho de jogar profissionalmente e de chegar à elite do futebol nacional.

O nosso avançado continuou a persistir no seu sonho que começou no futebol amador até que foi contratado pelo Stocksbridge Park Steels, clube da oitava divisão inglesa.

Os anos passavam e Vardy estava num constante crescendo. Em 2007, Jamie começou a atuar pela equipa principal do Stocksbridge Park Steels, onde começou a mostrar o seu valor.

Mas a vida de Vardy não era fácil. O jogador levava uma vida dupla, de aspirante a jogador profissional e de operário, pois as 30 libras que lhe eram pagas pelo clube, obviamente, não serviam de sustento. Para agravar mais a situação do nosso jogador, certa noite, ao tentar defender um amigo surdo alvo de ofensas da parte de outros jovens, Vardy foi detido por uma briga em que se envolveu num bar. Este imprevisto fez com que o jogador fosse condenado a seis meses de prisão domiciliária, tendo de usar pulseira eletrónica e de se apresentar na esquadra com regularidade. Como devem calcular, este misto de condições não deve ter jogado a favor do nosso atleta, mas ele fintou todas as adversidades e ficou cara a cara com um futuro risonho.

Em 2010, Jamie Vardy é transferido para o Halifax town e, no mesmo ano, para o Fleetwood Town, clube da quinta divisão.

Fonte: BBC

O aparecimento de uma estrela improvável

Com as exibições de aplaudir de pé, já era de esperar que o ex-operário chamasse a atenção de clubes maiores. Já com 25 anos, em 2012, o ano que catapultou Vardy para o sucesso, este marcou uns impressionantes 31 golos em 36 jogos realizados, o que levou a sua equipa a ser campeã da quinta divisão. A futura estrela já estava na mira de três grandes clubes: o Peterborough, o Cardiff City e o clube que o contratou, o Leicester City, que na época atuava no Championship (segunda divisão inglesa). A transferência terá custado algo em torno de 1 milhão de libras aos cofres dos Foxes, o preço mais elevado que foi pago por um jogador não integrante das primeiras quatro divisões de Inglaterra.

Fonte: News 18

Um sonho tornado realidade

Na sua primeira época pelo Leicester, Vardy não conseguiu ir além de quatro golos marcados em 26 partidas, talvez fruto do processo de adaptação a uma nova realidade mais exigente. Contudo, as coisas mudaram com a subida da equipa de Jamie Vardy ao patamar mais alto do futebol inglês, a Premier League, na época de 2013-2014.

2015-2016: a época do grande milagre

Após a primeira época na liga mais prestigiada do mundo (2014-2015), a turma de Leicester teve um desempenho um pouco aquém ao terminar o campeonato no fundo da tabela, embora seja compreensível, visto que se tratava de uma equipa recém-chegada à Premier League. Contudo, o grupo conseguiu a manutenção na liga.         A época que se avizinhava prometia. Algo nunca antes visto estava prestes a acontecer. Na época de 2015-2016, Vardy e companhia, depois de quase voltarem a descer para a segunda divisão na época anterior, conseguiram vencer o campeonato, ao terminar com 23 vitórias, 12 empates e apenas 3 derrotas. O milagre estava feito. O mundo estava de olhos postos nesta equipa sensação da Premier League. E claro, um dos principais jogadores que saltou à vista durante o percurso da equipa até ao triunfo que foi também o responsável por 24 golos e 6 assistências na temporada foi Jamie Vardy.

Fonte: The Mirror

Este jogador que também quebrou o recorde de Ruud van Nistelrooy (um craque holandês) ao marcar golos em 11 jornadas consecutivas. Vardy também foi o vencedor de dois prémios nessa temporada. Foi eleito Premier League Player of the Season e ganhou o prémio FWA Footballer of the Year. O jogador rejeitado que viu os seus sonhos irem por água abaixo, que fazia sacrifícios para continuar a praticar o desporto que ama, mesmo em liberdade condicional, finalmente conseguiu atingir o ponto mais alto da sua carreira aos 29 anos.

Como se não bastasse, o enorme talento da nova estrela valeu-lhe a sua primeira de muitas convocações à seleção nacional, concretizando a sua primeira internacionalização em maio de 2015, jogo a contar para a qualificação do EURO 2016, frente à Irlanda.

Fonte: Daily Mail

Jamie Vardy atualmente

Nos dias que correm, Jamie Vardy já conseguiu balançar as redes por 11 vezes. Nos 19 jogos disputados, o Leicester City segue no terceiro lugar da classificação, com 12 vitórias, 2 empates e 5 derrotas. Ainda para mais, o atleta já ultrapassou a marca dos 100 golos na Premier League e não pretende ficar por aqui.

Este é Jamie Vardy, mais um jogador de classe mundial que mostra que a sua idade é apenas um número e que continua a quebrar recordes atrás de recordes.

Artigo revisto por Ana Sofia Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *