Música

A música tem com cada coisa!

Todos nós ouvimos, todos nós gostamos. Rock, hip-hop, eletrónica, pop, e todos os outros subgéneros musicais que existem. A música faz parte das nossas vidas quase como o oxigénio- quer queiramos, quer não. Mas existem factos sobre a música que nunca sequer passaram pela tua cabeça. Não acreditas? Ora lê:
“Happy Birthday to You”
A lendária música “Parabéns a você” tem direitos de autor. Leste bem, a música que é provavelmente cantada mais de 300 mil vezes por dia, “Happy Birthday to You”, tem copyright não só nos Estados Unidos da América como na Europa. A empresa que detém os direitos da canção é a Warner Chappell music – pertencente à Warner Bros. E há mais: a música rende à empresa mais de 2 milhões de dólares por ano.
Os direitos foram adquiridos em 1988 por 25 milhões de dólares e só no ano de 2030 é que a companhia terá de renovar os direitos. Contudo, na Europa, os direitos do tema expiram para o ano que vem – 2016.
A canção foi escrita em 1833 pelas irmãs Patty Hill e Mildred J. Hill e custa actualmente 10 mil dólares para ser utilizada em filmes.

Titanic num take
A música que pôs Celine Dion no mapa esteve para não acontecer. Quando ouviu o tema pela primeira vez, a cantora recusou-se a gravá-lo – e, o produtor de Titanic, James Cameron, não a queria usar. Mais tarde, o compositor Simon Franglen convenceu Celine Dion a gravar pelo menos uma demo. Segundo o Executivo musical e proprietário da Casablanca records, Tommy Mottola, a cantora fez apenas um take e nunca voltou a gravar. Pois é, a voz que podemos ouvir na música “My Heart Will Go On” foi retirada de uma demo.
Vídeo:

E assim nasceu o Heavy Metal
Aos 17 anos e no seu último dia de trabalho numa fábrica de metal, o guitarrista Tony Iommi cortou acidentalmente a ponta dos dedos da mão direita. Sendo o membro dos Black Sabath esquerdino, isto significava que provavelmente os seus dias de guitarradas tinham acabado. No entanto, Iommi criou novas pontas para os dedos através de plástico derretido.
Para complementar os seus “novos” dedos, o guitarrista começou a afinar a guitarra em ré menor – afinação tornava as cordas muito mais leves para os dedos de Iommi. Em adição, o som que saía da sua guitarra era um som muito mais pesado e obscuro. Este som mais pesado é o som característico actual do Heavy Metal e de toda a fundação do Metal em geral.
Vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *