As Moradas de Pessoa em Lisboa

Da urgência do pensamento que exigia ser transposto para o papel ao defeito de uma inclinação própria para a desorganização, motivos para que a obra pessoana não estivesse completamente organizada na arca aquando da morte de Pessoa não faltaram. E, é claro, as suas sucessivas mudanças de morada foram, certamente, um desses motivos.

Com a família ou em quartos alugados, nos vários anos em que o poeta viveu na Lisboa onde nasceu, e de onde via quanto da terra se pode ver do Universo, foram muitas as ruas onde habitou. Por apenas alguns meses ou por vários anos, estas foram as casas de várias cores de Fernando Pessoa, o poeta que era o drama em gente, na única cidade portuguesa a que, à época, se podia chamar grande sem que fosse forçoso que se risse do adjetivo.

aqui.

Artigos recentes

The (not so) Good Place

Estás à procura de uma série curta e divertida para fazer binge-watching durante a quarentena? The Good Place pode ser a melhor opção. Esta série

Ler mais »

SNS e o suicídio

Não saber que o Sistema Nacional de Saúde é lento é como não saber que data é 1143: é sinal de que não se é

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *