• Moda e Lifestyle

    Os cinco instagrammers rapazes que não podes perder se queres estar na moda

    A moda é uma forma de expressão, para mim, para ti, para todos. Seria falacioso afirmar que os nossos níveis de serotonina não aumentam quando, por exemplo, vestimos um conjunto com o qual nos sentimos confiantes. Contudo, a minha paixão pela moda, e consequente inspiração, residia em mulheres que tivessem um estilo com o qual me identificasse, auxiliando a formação da minha própria imagem. Historicamente, tem-se tornado propensa a forte associação entre a feminilidade e o brio do aspeto físico, enfatizando a importância da aparência na sociedade – contrariamente, os homens, considerados desmazelados, não costumam ser excecionalmente suscetíveis ao que se passa no mundo da moda. Isso nunca se demonstrou…

  • Media

    It’s Okay Not To Be Okay: não é um conto de fadas

    It’s Okay Not To Be Okay é o mais recente sucesso sul-coreano lançado pela Netflix, em 2020. Protagonizado por Kim Soo Hyun, Seo Ye Ji e Oh Jung Se, este drama retrata a história de três personagens que, apesar de caóticas, encaixam como um puzzle. Se nunca perscrutaste a ficção coreana, confesso que esta será uma boa oportunidade para te desprenderes da ficção ocidental – que, a meu ver, tende a tornar-se gradualmente saturada de clichês para adolescentes. Kim Soo Hyun interpreta Moon Gang-tae, um enfermeiro de 30 anos que vive com o seu irmão mais velho, Sang-tae, que sofre de autismo. Gang-tae não conseguiu desenvolver quaisquer relações interpessoais enquanto…

  • Media

    Quatro razões para veres Sex and the City

    Já se passaram mais de 16 anos desde que a HBO emitiu a última temporada de Sex and the City. De 1998 até 2004, e acrescendo-lhe posteriormente dois filmes, foi um marco na história da ficção e representou de forma exímia as vidas atribuladas de quatro mulheres distintas. Repleta de diversidade, Sex and the City desmistificou inúmeros tabus, dando aos espetadores uma nova e mais expansiva perspetiva da vida. Atrevo-me a dizer que haverá apenas uma parte muito limitada de pessoas que não assistiu a este êxito intemporal. Tenho de reconhecer que, até há pouco tempo, eu era uma dessas pessoas. Por isso, se ainda pertences a esse círculo, permite-me,…

  • Moda e Lifestyle

    Emily in Paris: o que se passa com os figurinos?

    Recentemente estreou na Netflix a série Emily in Paris, na qual a personagem principal é interpretada por Lily Collins. Se, tal como eu, tens a convicção de que os figurinos têm um impacto profundo na forma de expressão de uma personagem, creio que ficaste extasiado quando Patricia Field – a mente brilhante por detrás dos guarda-roupas de êxitos como Sex and the City – foi a figurinista eleita. Todos aqueles que acompanham o seu trabalho depositaram esperança nos looks desta série, mas será que as expetativas foram, efetivamente, correspondidas? Como o título indica, a série tem lugar numa das cidades mais requintadas do mundo da moda e era expectável que…