• Artes Visuais e Performativas,  Secções

    Lago dos Cisnes – Review

    Dia 30 de dezembro, o ano de 2015 estava em vésperas de terminar e eu dirigia-me ao Teatro Tivoli para assistir a um bailado muito especial. Um bailado que, desde 2010, com o filme Black Swan, eu andava muito curiosa para ver encenado em palco. Tive, então, a oportunidade de o ver através da Russian Classical Ballet, uma companhia composta por um elenco de bailarinos graduados pelas mais conceituadas escolas coreográficas. Elenco composto por artistas laureados e premiados que se reuniram para dar, assim, vida a uma das maiores obras-primas do bailado clássico. O Lago dos Cisnes consiste então num ballet russo, dividido em quatro atos do compositor Tchaikovsky. Fala-nos…

  • Artes Visuais e Performativas,  Secções

    Ser ou não ser, é essa a questão – Hamlet, Teatro Joaquim Benite

    Sábado à noite e estava eu de rumo a Almada, ao Teatro Municipal Joaquim Benite, para assistir a Hamlet, peça integral, de William Shakespeare, encenado por Luís Miguel Cintra. Eu sabia que não era uma peça qualquer, pois já tinha feito o meu trabalho de casa. A tradução da obra é de Sophia de Mello Breyner Andresen, que ofereceu pessoalmente um exemplar da sua tradução ao ator e encenador da peça. Este guardou-a durante vários anos sempre com o desejo de a levar a cena e a oportunidade surgiu este ano, pela voz de Guilherme Gomes, o Hamlet mais jovem do teatro português, com apenas 22 anos. Pairava uma grande…

  • Artes Visuais e Performativas,  Secções

    Primeiro Impacto em Primeiros Sintomas com Thomas Mendonça

    Um sábado outonal típico. No Cais do Sodré distingue-se facilmente quem mira estas paisagens pela primeira vez de quem já é visitante habitual. Esse era o meu caso. Contudo, surgiu-me a oportunidade de visitar um espaço do qual nunca ouvira falar – o Primeiros Sintomas. Um local intimista, acolhedor, situado mesmo por detrás do Mercado da Ribeira, onde se realizam desde pequenas produções de teatro como exposições. E foi no Primeiros Sintomas que estive à conversa com Thomas Mendonça: jovem francês de 24 anos que reside, actualmente, em Lisboa, cidade onde estudou desde cedo. Proprietário de um talento inspirador, divertido e capaz de nos pôr a reflectir, a sua produção…