Atualidade,  Informação

Benfica e Sporting num confronto direto

O Sporting reagiu, ontem à tarde, ás acusações feitas por parte do Benfica, anunciando as participações disciplinares contra os administradores do Benfica, Rui Costa e Rui Gomes da Silva, o diretor de comunicação, João Gabriel, e o diretor da BTV, Pedro Guerra. A SAD de Alvalade afirma no comunicado que as queixas contra os “encarnados” não ficam por aqui e acusam os dirigentes de “oferecerem vouchers de refeições e visitas a museus a árbitros, delegados e observadores”.

O clube “leonino” diz ainda que não se deixará coagir por estratégias de manipulação da opinião pública e de escamoteamento de atos que violam claramente os regulamentos desportivos e códigos de ética das instâncias que tutelam o futebol europeu e mundial”.

Os encarnados tinham anunciado, na parte da manhã, as participações disciplinares à Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) contra o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, o treinador Jorge Jesus, o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta, e ainda o diretor geral de futebol, Octávio Machado. O Benfica condena a conduta dos dirigentes do Sporting e de estes praticarem “actos ilícitos disciplinares muito graves”, tais como, entre outros, o “exercício e abuso de influência, “coação sobre árbitros, “declarações sobre arbitragem antes dos jogos” e ainda a “lesão da honra e da reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros, árbitros e demais agentes.”

Desta maneira, a rivalidade entre os “grandes” de Lisboa continua acesa e não promete dar tréguas nos próximos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *