Moda e Lifestyle

Só precisas de um body para ter um “biquíni body”

O verão está cada vez mais perto e estamos todas a tentar perceber como havemos de atingir o bikini body para podermos ir à praia à vontade. Depois de muito tempo investido em pesquisa, finalmente percebi como ter um bikini body perfeito: só precisamos de ter um corpo e de vestir um biquíni! Pois, é mais simples do que aquilo que possa parecer.

Se pesquisares por isto no Google, vão-te cair em cima milhentos planos de treino e de alimentação e montes de fotografias de modelos que encaixam em todos os padrões que a sociedade nos impõe. Ou seja, assim muito resumido, segundo algumas fontes, para poderes usar um biquíni tens de ter o corpo que querem que tu tenhas. Mas, como te disse, um bikini body é simplesmente um corpo com um biquíni vestido – o uso da peça não está limitado a apenas um tipo de corpo. E és tu quem decide se deves usar um biquíni ou não!

Infelizmente, nem toda a gente se sente confortável para usar algo que nos deixa tão expostas. Isto do “aceita-te como és” é muito bonito, mas não é nada fácil – é um processo lento e de aceitação; e podes nem nunca querer usar um biquíni que não há problema nenhum com isso. 

Então, hoje estou aqui para te ajudar a conseguir usar um biquíni e mandar os polícias do ideal do corpo perfeito ir dar uma voltinha. Não é que eu tenha uma fórmula secreta para ter autoestima – eu também tenho dias em que nem me apetece olhar para o espelho –, mas quero deixar aqui uma mensagem positiva e ajudar da melhor forma que sei!

Compra um biquíni

Fonte: Pinterest

Isto até parece algo estúpido de dizer, mas a primeira coisa que tens de fazer é comprar um biquíni. Claro que para vestir um biquíni tens de comprar um, não é? Mas não vás às compras já a pensar que não vais encontrar nada que gostes de ver em ti. O maior conselho que te posso dar é fazeres uma pesquisa antes de te aventurares nas compras. Procura qual o tipo de biquíni que favorece as características que mais amas em ti e não te esqueças nunca de que não tens de ficar igual às modelos que estão nas fotografias. Existem mil e um tipos diferentes de biquínis e garanto-te que vais gostar de algum!

Veste o biquíni e olha-te ao espelho

Fonte: Dreamstime

Outra dica que te parece ser uma grande parvoíce? Até pode parecer, mas não é! Depois de comprares o teu biquíni perfeito tens de o vestir, claro. E não o vistas apenas no dia em que vais para a praia. Veste-o primeiro nos conforto e privacidade da tua casa, mete-te em frente ao espelho, olha para ti e faz aquilo que bem te apetecer. 

Este é, provavelmente, o passo mais complicado e demorarás o tempo que for preciso. Se sentires que tens de chorar, chora. Se sentires que tens de gritar, grita. Mas olha para ti! Há sempre coisas de que mais gostas no teu corpo; não te foques apenas nas coisas que menos adoras em ti (coisas de que se calhar não gostas apenas por causa dos padrões inalcançáveis que são impostos). Vão existir dias em que estás menos confiante e vais ter dias em que te sentes maravilhosa –  mas isso é normalíssimo. Não somos nenhuns robôs!

Faz isto as vezes que forem precisas até um dia olhares para ti e, finalmente, perceberes que estás 100% poderosa e linda e que nada além de ti mesma te impede de usares um biquíni.

Segue contas e conversa com pessoas que te ajudem a ver a tua beleza

Fonte: Ashleigh Plus Size

Nas redes sociais há de tudo e somos nós que temos de fazer uma seleção daquilo que queremos ver. Há montes de contas no Instagram com pessoas reais e sinceras e segui-las ajudar-te-á neste processo de aceitação. 

 Este cuidado com quem segues nas redes sociais até pode parecer irrelevante, mas não é: ajuda-te a perceber que és normal, assim como toda a gente. Interage com essas pessoas e percebe de que forma se conseguiram ajudar a elas mesmas para, assim, tu conseguires fazer o mesmo!

Não ligues aos comentários dos outros!

Fonte: Pinterest

Ao longo da tua vida vais sempre ter de conviver com pessoas desagradáveis e há muitas maneiras de lidar com elas e com os seus comentários. O melhor que podes fazer é dizer adeus a essas pessoas e afastares-te, mas, infelizmente, nem sempre isso é possível. Então, tens outras duas opções: responder à letra ou, então, ignorar o comentário. O que nunca podes deixar que aconteça é seres influenciada negativamente pelas palavras dessa pessoa. E claro que falar é fácil, mas isto é a verdade! Aquilo que os outros pensam só interessa se tu quiseres. Afinal, o corpo é teu e não delas.

Se te apetecer, faz exercício!

Fonte: Freepik

Sempre me disseram que se eu não estou satisfeita com algo devo tentar mudar. Então, se há realmente alguma coisa em ti que gostarias de mudar para te sentires melhor, tens de tentar! E não te esqueças de que é algo que TU gostarias de mudar, não algo que os outros acham que deverias mudar. 

Fala com alguém especializado para te ajudar a mudar o teu estilo de vida e torna-te mais saudável. Fazer exercício e comer de forma equilibrada é sempre bom e a mudança de lifestyle ajuda para a mudança de mindset que é tão necessária para que te sintas mais confiante! 

Vai à praia ou à piscina

Fonte: NiT

Este, no fundo, é o passo final. E, como te disse antes, não há nenhuma regra sagrada que te obrigue a sentir confortável a usar um biquíni em público. Usa-o quando e se te apetecer. O importante é sentires-te bem contigo mesma e, se não estás confortável, não tens de dar este passo.

Depois de te sentires bem, usa e abusa de todos os biquínis que fores adquirindo e diverte-te com os teus amigos e com a tua família! É o teu corpo com um biquíni – aí tens o teu lindo e tão esperado bikini body.

Para finalizar, quero-te dizer que não deves ser injusta contigo mesma. Tu não te resumes a um corpo: és muito mais do que isso. Não há uma única pessoa que não tenha um defeito; o que existe são pessoas que sabem lidar da melhor forma com esse defeito e aceitam-no como parte delas. As estrias, a celulite, as maminhas descaídas e os pneus são a coisa mais normal do mundo! Eu aprendi a viver com a minha celulite e com os meus pneus, que teimam em aparecer sempre que me sento. E se eu consegui aprender a viver com estes defeitos – aliás, serão estas minhas características sequer defeitos? – e a amá-los, eu sei que tu também consegues. E demoras o tempo que for preciso. Enfim, demoras o teu tempo!

Se precisares de falar, há sempre alguém disposto a ouvir aquilo que tens a dizer – um amigo, um familiar ou até um desconhecido. E, por favor, nunca te esqueças: bikini body = qualquer corpo + qualquer biquíni! ❤️

Imagem de capa: Good Housekeeping

Artigo revisto por Andreia Custódio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *