Buscas na Ordem dos Enfermeiros após queixa da bastonária

Na sequência de uma denúncia de alegadas irregularidades financeiras, a Polícia Judiciária iniciou uma operação de busca que se destina à “recolha de provas”.

A investigação segue a denúncia levada a cabo pela bastonária da classe, Ana Rita Cavaco, feita a 12 de fevereiro e trata-se de dois processos disciplinares contra a sua vice-presidente, Graça Machado, e o diretor financeiro da instituição, José Lopes.

Na sua origem estão acumulação ilegal de ordenados, despesas sem justificação, alteração do sistema informático que controla as horas de trabalho, não pagamento do IMI de vários imóveis –  propriedade da Ordem dos Enfermeiros -, entre outras acusações.

No seguimento de uma investigação da TVI, o diretor financeiro e a vice-presidente, ambos suspensos de funções, acusaram também a bastonária de várias irregularidades relacionadas com o preenchimento de despesas e com a reestruturação dos serviços jurídicos por interesse próprio.

A bastonária rejeitou as acusações, afirmando que “São acusações falsas e isto tem a ver com processos internos da Ordem dos Enfermeiros. (…) quando cheguei aqui encontrei uma mercearia que está a caminho de se tornar numa ordem profissional”.

Artigos recentes

The (not so) Good Place

Estás à procura de uma série curta e divertida para fazer binge-watching durante a quarentena? The Good Place pode ser a melhor opção. Esta série

Ler mais »

SNS e o suicídio

Não saber que o Sistema Nacional de Saúde é lento é como não saber que data é 1143: é sinal de que não se é

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *