Cartaz do Bloco de Esquerda causa polémica

Captura de ecrã 2016-03-1, às 21.57.45

Na passada quinta-feira foram divulgados pelas redes sociais cartazes pertencentes ao Bloco de Esquerda (BE) que geraram alguma polémica no seio da comunidade religiosa. Com a figura de Jesus Cristo inserida num chamativo fundo cor-de-rosa, o cartaz continha a seguinte frase: “Jesus Cristo também tinha dois pais”. A intenção do partido de esquerda era celebrar a aprovação da lei da adopção por casais homossexuais, contudo, acabou por desagradar a alguns cidadãos que o consideraram “blasfemo e ofensivo dos sentimentos religiosos de muitos portugueses”.

Catarina Martins, líder do BE, assumiu que a iniciativa “foi um erro” à entrada para a sessão de encerramento do XIII Congresso da CGTP, responsabilizando-se: “tudo o que se passa no Bloco passa pela direcção o que significa que passa, naturalmente, por mim”. Também já a eurodeputada do Bloco de Esquerda e ex-candidata à Presidência da República, Marisa Matias, se tinha pronunciado sobre a campanha ao escrever na sua página de Facebook que esta “saiu ao lado da intenção que se pretendia”.

Captura de ecrã 2016-03-1, às 22.03.04

No entanto, a paródia nas redes sociais não parece cessar e já se fizeram múltiplas adaptações ao polémico cartaz – algumas satirizam o partido, enquanto outras brincam com determinadas figuras mediáticas, como Marco Paulo e Jorge Jesus.

O provedor de Justiça já se encontra a analisar uma queixa, apresentada na passada sexta-feira contra este cartaz, assinada por quase três mil cidadãos que consideram que a atitude do BE atenta contra o disposto no código penal por “ofender” uma crença religiosa e “profanar um objecto de culto”.

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *