Catarina Caseirito: da ideia à concretização da I Gala, “Caneta Dourada”

Catarina Caseirito, 4ªCatarina Diretora-Geral da ESCS MAGAZINE Fonte: Youtube – Vídeo “ESCS MAGAZINE 2016 2017” (https://www.youtube.com/watch?v=U-lZsB4DL_E)

A Catarina entrou em Jornalismo sem saber sequer o que era a ESCS, mas rapidamente se apaixonou por tudo o que a Escola tinha para oferecer. A sua paixão era a rádio. Contudo, ao longo da licenciatura, as unidades curriculares de que dispôs abriram-lhe bastante os horizontes. “Grande Reportagem” foi a cadeira que lhe mostrou que tinha capacidades para fazer televisão, que é onde está agora. Atualmente, a Catarina é repórter no SOS24, da TVI. A cadeira de Técnicas de Entrevista conferiu-lhe as bases necessárias para exercer as suas atuais funções, que passam por entrevistar pessoas que, por vezes, não contam a verdade toda. Hoje, com todos os ensinamentos, consegue distinguir o verdadeiro do falso.

Durante o seu tempo na ESCS, a Catarina esteve presente em vários núcleos. Na ESCSFM, passou pelo Lusco-Fusco e pelos Noticiários, mas confessa que o Repórter 360º foi o programa que mais a fez sentir realizada. Tinha ainda um programa de autor em conjunto com outros amigos, “A Taberna”, onde apresentavam notícias insólitas. Fez parte da redação do Panorâmica, no E2, e teve um papel fundamental na ESCS MAGAZINE.

Entrou para a secção da Atualidade da MAGAZINE num ano em que escasseavam redatores e, em pouco tempo, conseguiu recrutar cerca de 20 pessoas: “Queria muito que as pessoas vissem aquilo que eu via, que era uma revista que podia crescer.” Foi uma fase de motivação para a revista, em que cada redator escrevia três a quatro artigos por semana, e ela chegava a ficar na ESCS até à noite para os publicar.
Para manter a revista ativa e acabar com o estigma de que a MAGAZINE é só para os alunos de Jornalismo, a Catarina, agora com o cargo de Diretora-Geral, promovia atividades, palestras e workshops direcionados a todos os cursos da ESCS. Com o objetivo de reconhecer o mérito dos redatores que dinamizavam a revista, organizou a I Gala da MAGAZINE. Decorreu no dia 20 de abril de 2017, no Auditório Vítor Macieira, e teve como tema a “Caneta Dourada”, para dar um toque de glamour ao evento. Vê o vídeo promocional!

Fonte: Guião da I Gala (cedido por Catarina Caseirito)

Foi tudo pensado ao pormenor e até foram feitos ensaios gerais antes da Gala de estreia. Terminadas as welcome drinks, uma atuação da escstunis deu início à cerimónia. Com entrada livre, a I Gala teve como anfitriões Sílvia Carapeto e Rúben Martins, igualmente alumnis da ESCS. A Gala inaugural serviu também para celebrar o 5º aniversário da MAGAZINE e para premiar os seus membros por todo o esforço dedicado.

Prémios Caneta Dourada
Fonte: André Maia, vencedor do prémio “Melhor Entrevista”

Apenas a Direção Principal (https://www.youtube.com/watch?v=U-lZsB4DL_E) decidia quem seriam os vencedores e, de acordo com tal decisão, criavam as categorias dos galardões. Eis alguns exemplos da sua criatividade: “O Rei das Redes”, “A Mãe da Criança”, “Querido, mudei o site”, “O que vai a todas”, “O Grammar Nazi” e ainda “O INEM da MAGAZINE”. Todos os vencedores discursaram e, no final, cantou-se os parabéns à MAGAZINE, que até teve direito a um bolo!

Toda esta aventura, que nasceu em novembro do ano anterior, despoletou na Catarina um gosto por organização de eventos que desconhecia. A 4ª Diretora-Geral da MAGAZINE revelou-se muito contente com o formato atual da revista, louvando o facto de termos conseguido concretizar o projeto da edição impressa, algo que, durante os mandatos anteriores, não resultou como desejado. “Acho ótimo darem seguimento à Gala de Aniversário da MAGAZINE. Espero que passe a ser uma tradição! Apesar de o evento requerer muita exigência e organização, não tenho dúvidas de que vocês superam as expetativas.”

A atual Diretora-Geral da MAGAZINE, Adriana Pereira, era caloira quando decorreu a I Gala. Agora no último ano do curso, inspirou-se nas ideias da Catarina para criar a II Gala da MAGAZINE: 7 anos, 7 pecados. Quais foram as principais semelhanças entre as Galas? E diferenças? Lê o artigo do João Pinheiro, para descobrires!

Revisto por Ana Roquete

Artigos recentes

Era uma vez

Versão em forma de tributo de uma Hollywood em transição da sua fase clássica para uma nova era mais escura. O “nono” de Tarantino não

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *