Música

Coldplay. O amor deixou de ser “Yellow”, mas não perdeu a sua “Magic”.

Este mês de Maio é marcado, a nível musical, pelo lançamento do sexto álbum de estúdio dos britânicos Coldplay. Numa onda menos experimental do que o anterior Mylo Xyloto, Ghost Stories é um álbum de escuta obrigatória se gostas de relaxar a ouvir boa música.

E se, para cada momento da nossa vida, há uma música que descreve o nosso sentimento, nas nove faixas que compõem este álbum está bem patente a difícil fase da vida de Chris Martin, que se separou recentemente da sua mulher, a actriz Gwyneth Paltrow. Segundo declarações do próprio vocalista à estação britânica BBC, este álbum é bastante influenciado por esta quebra no seu relacionamento.

É preciso recuarmos a 2005 e ao álbum X & Y para encontrarmos um registo semelhante ao de Ghost Stories. Este álbum faz-nos recordar músicas que ficaram na história da banda, como “What if”, “Fix You” ou “Talk”, com mensagens fortes que mexem com as emoções do público.

“Magic” é, até ao momento, o single deste álbum com mais impacto nos fãs. As rádios têm-no passado e a música tem-se mantido no ‘TOP 5’ da iTunes Store desde o seu lançamento. O sucesso está na mensagem simples e na batida eletrónica que é acompanhada por acordes descomplicados de guitarra acústica.

Em “A Sky Full of Stars” encontramos a faixa mais alternativa deste álbum. Fruto de uma parceria com o sueco Avicii, esta música faz-nos dançar, muito por causa do ritmo de fundo e da repetição constante de um refrão que fica no ouvido. Uma boa aposta para as pistas de dança nos próximos tempos.

Também encontramos arranjos musicais bastante simples, com o sentido de transmitir a simplicidade do amor — “True Love” é um bom exemplo disso. Com uma letra que vai ao encontro de alguns clichés, esta música bem podia ter saído de alguma banda sonora de um filme de animação.

Este é o álbum ideal para ser o teu som ambiente numa tarde de estudo. Aposta ganha pelos Coldplay, que, com Ghost Stories, mostram a abrangência do seu estilo musical sem existir uma verdadeira desfragmentação do seu público entre álbuns com estilos diferentes.

 

Ghost Stories

Avatar

Vem da terra que tem "vinhos" no nome, mas nunca ganhou o concurso da Miss Vindimas. Nem queria, não fiquem com ideias! Não passa mais tempo na ESCS porque os transportes não lhe permitem, mas, para não ter muitas saudades, faz questão de levar trabalho de casa! Acredita que já suou mais no primeiro ano por causa dos núcleos do que aquilo que espera vir a suar nestes 3 anos por causa do curso de jornalismo. Tem uma paixão pela rádio e pela ESCS, felizmente não têm ciúmes uma da outra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *