Desporto

Críticas em Inglaterra à gestão desportiva do Chelsea

Na sequência do despedimento de Frank Lampard do comando técnico do Chelsea, surgem críticas em Inglaterra à gestão desportiva do clube londrino.

Gary Neville, que jogou com Lampard na seleção inglesa, identifica um padrão no clube de Stamford Bridge: «Nós sabemos o que acontece no Chelsea quando há mais expectativas. Querem resultado imediatos.»

Steven Gerrard, treinador do Rangers, também foi colega de seleção de Lampard e classifica como «rápida» a saída deste dos blues. Diz desconhecer os pormenores da decisão e as relações de Frank Lampard dentro do clube, mas considera que «esta era uma oportunidade para o Chelsea o apoiar neste período difícil de resultados, em vez de ter feito o que fez». Não se mostra surpreendido com este desfecho, porque, no seu entendimento, «este é o historial do Chelsea».

Paul Merson, antigo internacional inglês, antigo treinador e atualmente comentador, foi mais longe: «O Chelsea pensava que por comprar um miúdo de 21 anos da Alemanha – Kai Havertz –, outro avançado alemão – Timo Werner –, Hakim Ziyech e um defesa central de 36 anos – Thiago Silva –, ia chegar aqui e facilmente ganhar a liga?! Pensavam mesmo que iam ficar à frente de equipas como o Liverpool, o Manchester City e o Manchester United só por isso?!»

Artigo revisto por Ana Sofia Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *