Cuba inicia processo para eleger sucessor de Raúl Castro

A Assembleia Nacional de Cuba iniciou esta quarta-feira uma sessão de dois dias para eleger o novo presidente da ilha. Uma transição histórica, depois de 60 anos de o poder estar nas mãos dos irmãos Castro.

Aos 86 anos, Raúl Castro, sucessor do irmão (Fidel) na presidência, vai retirar-se e será substituído por um representante da nova geração. Tudo indica que o vice-presidente Miguel Díaz-Canel – número dois do governo desde 2013 – será o eleito.

Inicialmente programada para a quinta-feira, dia 19, a sessão plenária de posse da nova Assembleia – cujos 605 deputados foram eleitos em março – começou já esta quarta-feira.

O encontro acontece a portas fechadas e a ordem de trabalhos não foi divulgada. Depois deste procedimento, os deputados vão eleger os 31 membros do Conselho de Estado, que será liderado pelo sucessor de Raúl Castro.

A data não foi escolhida ao acaso. Celebra-se o 57º aniversário da vitória na Baía dos Porcos – quando as tropas anti-castristas, financiadas pelos Estados Unidos da América, foram derrotadas em 1961.

Após o triunfo da revolução em 1959 e a eleição de Fidel Castro como presidente em 1976, Cuba apenas viveu uma transição real: em 2006, quando Fidel, doente, passou o comando do país ao irmão mais novo.

Fidel Castro viria a falecer no final de 2016. Agora é Raúl, aos 86 anos, que cede o seu lugar a um representante da nova geração.

Pela primeira vez em décadas, o presidente não será um membro histórico da revolução de 1959 nem será o líder do Partido Comunista de Cuba (PCC) – único autorizado a existir na ilha. Raúl Castro vai manter-se na liderança do PCC até 2021.

Artigos recentes

Era uma vez

Versão em forma de tributo de uma Hollywood em transição da sua fase clássica para uma nova era mais escura. O “nono” de Tarantino não

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *