Despite de autocarro na ilha da Madeira mata 29 turistas alemães.


Foto Rui Silva/Aspress

Autocarro caiu por uma ribanceira no Caniço, concelho de Santa Cruz, na Madeira. O acidente provocou 27 feridos, 9 dos quais já tiveram alta hospitalar.

Esta quarta-feira um autocarro de turismo despistou-se no Caniço, no arquipélago da Madeira.

O acidente causou 29 mortes e 27 feridos até à data. Todas as vítimas são de nacionalidade alemã e há 2 portugueses, o motorista e uma guia turística, entre os 27 feridos. Segundo a Protecção Civil da Madeira, entre as 29 vítimas mortais, 18 são mulheres e 11 são homens.

O acidente ocorreu por volta das 18h30, numa curva junto ao cruzamento entre a Estrada da Ponta da Oliveira e a Rua Alberto Teixeira, perto do Hotel Quinta Splendida, quando o autocarro da Sociedade de Automóveis da Madeira (SAM) caiu por uma ribanceira, capotando e acabando por ser travado por uma casa.

As causas do acidente ainda não foram apuradas. As autoridades apontam uma falha mecânica como uma forte hipótese da origem do acidente. A coordenadora da Comarca da Madeira, Maria de Lurdes Correia, confirmou à Agência Lusa a abertura de um inquérito  para descobrir as causas do acidente.

A chanceler alemã, Angela Merkel, manifestou “tristeza e choque” para com o desastre ocorrido na Madeira e “sincera solidariedade com todas as famílias que perderam os seus entes queridos”. Merkel agradeceu ainda “aos serviços de emergência e às autoridades na Madeira pela sua acção célere no terreno”.

Foram também decretados pelo governo três dias de luto nacional pela vítimas deste acidente.

Artigo revisto por Catarina Gramaço

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *