Capital,  Secções

Em 2017 (finalmente) vou…

Todos temos aquela vontade de aprender alguma coisa que guardamos para nós, como a tocar um instrumento, aprender uma língua ou até mesmo aprender a cozinhar. Acabamos por adiar e dar as mesmas desculpas de não termos tempo, mas, porquê continuar? Não te preocupes com o facto de teres 1001 coisas para fazer, uma licenciatura para acabar e receio de te comprometeres com uma coisa nova: todos estes cursos foram pensados para pessoas na mesma situação que tu! A Capital dá-te, assim, algumas sugestões de novos projetos para abraçar em 2017.

Aulas de Música – Academia de Amadores de Música

Existe uma grande quantidade de pessoas que tocaram um instrumento quando eram pequeninas: piano, violino… Mas por vários motivos acabam por parar. Porque não retomar os estudos musicais? A Academia de Amadores de Musica, situada no Chiado, lançou um curso em janeiro a pensar em quem já trabalha: para quem já possuí alguns estudos musicais (quarto grau de formação musical e de instrumento) e deseja aventurar-se no mundo da Improvisação, pode-se inscrever no curso de Introdução ao Jazz e Outras Linguagem Contemporâneas. Este curso irá funcionar por módulos e será aos sábados de manhã das 10h30 às 13h. Terá a duração total de dez horas.

11082443_10153140761624898_2204559378551697496_n

 Aulas de Dança- Jazzy Dance Studios

Aqui, há aulas a pensar em todos: para quem dança desde sempre e para quem nunca dançou. A Jazzy tem uma grande oferta de aulas que vão de acordo com os gostos de cada um: Afro House, Bollyhood, Contemporâneo, Dancehall, Forró, Hiphop, lyrical Jazz, Yoga, entre outros, a escolha é imensa. E a parte boa? Com o livre trânsito de 65 euros por mês é possível ir a qualquer aula e as vezes que se quiser por semana. Existem duas escolas, em Santos e no Saldanha e o livre trânsito para estas duas fica por 85 euros.

Imagem 2

Fonte: https://shop.jazzy.pt/collections/inscricao-saldanha

Línguas – Instituto Italiano de Culturae Museu do Oriente

Atualmente saber uma língua para além do inglês pode ser uma grande mais valia no mundo do trabalho. Uma das sugestões que damos é aprender italiano no Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. Existem dois Módulos, um de trinta horas em que há aulas uma vez por semana e outro de sessenta horas em que as aulas acontecem duas vezes por semana. Outra língua bastante valorizada atualmente é o mandarim. O Museu do Oriente dá workshops de quatro aulas por cinquenta euros e o próximo começa já dia 4 de fevereiro.

imagem 3
imagem 4

 

 

 

 

 

Fonte:

http://pumpkin.pt/familia/desenvolvimento/conheca-as-melhores-escolas-para-os-miudos-aprenderem-linguas

http://www.cm-lisboa.pt/equipamentos/equipamento/info/museu-do-oriente

Costura – Companhia das Agulhas

Muitos de nós interiormente temos um desejo secreto de querer saber como fazer uma peça de roupa. A Companhia das Agulhas oferece uma grande variedade de aulas como, por exemplo, Tricot, Crochet, Corte, Modelagem, Costura e ainda cursos intensivos, onde há a possibilidade de frequentar uma ou duas vezes por semana ou optar por aulas avulso. Há também workshops de costura criativa e de aulas para mães e filhas e até cursos onde se ensina a fazer biquínis, triquínis e fatos-de-banho.

imagem 5

Fonte: http://www.companhiadasagulhas.pt/passatempo-aniversario/

Culinária – Academia da TimeOut

A cozinha da Academia da TimeOut, no Mercado da Ribeira, orgazina vários workshops gastronómicos e a Capital sugere um deles: o de Pastéis de Nata. Irá decorrer dia 22 de janeiro e aqui vai se conhecer a história do pastel de nata e como conseguir a massa folhada crocante, creme suave e o topo queimado. No final, existe uma degustação em que os alunos provam os pastéis feitos por si.

imagem 6

Fonte: http://www.revistadevinhos.pt/artigos/show.aspx?seccao=noticias&artigo=19547&title=mes-de-fevereiro-tem-novos-workshops-na-academia-time-out&idioma=pt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *