Estados Unidos classifica divisão militar iraniana como organização terrorista

Os Estados Unidos designaram a Guarda Revolucionária Iraniana como organização terrorista estrangeira. Donald Trump e Michael Pompeo, secretário de estado norte-americano, explicaram em comunicados esta decisão e as suas consequências. O Irão já tinha avisado que, caso esta situação se confirmasse, iria retaliar.

O anúncio foi feito esta segunda-feira. Uma divisão das forças armadas é classificada como organização terrorista pela primeira vez.

Donald Trump, num comunicado divulgado pela Casa Branca, explica que vê a Guarda Revolucionária Iraniana como um meio usado pelo governo iraniano para alastrar o terrorismo. O presidente norte-americano afirma que esta divisão militar iraniana, para além de participar no terroriso, financia e promove o mesmo.

No comunicado, Trump salienta que as ações do governo iraniano “são fundamentalmente diferentes das ações de outros governos” e, por isso, designa a Guarda Revolucionária Iraniana como organização terrorista. O presidente dos Estados Unidos também explicou que qualquer negócio feito com a divisão militar iraniana é um financiamento do terrorismo.

Posição semelhante teve Michael Pompeo. O secretário de estado norte-americano salientou, em conferência de imprensa, que bancos e empresas devem cortar todas as ligações com a Guarda Revolucionária Iraniana. Segundo Pompeo, esta medida “irá cortar os meios financeiros ao principal patrocinador de terrorismo do mundo” e impedir que a miséria e a morte se espalhem.

O Irão já tinha ameaçado que se os Estados Unidos avançassem com essa decisão iria retaliar. Heshmatollah Falahatpisheh, o presidente da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa iraniana, garantiu que, se os Estados Unidos considerassem a Guarda Revolucionária Iraniana uma organização terrorista, o Irão faria o mesmo às tropas norte-americanas.

A Guarda Revolucionária Iraniana foi criada há 40 anos, em 1979, para proteger o sistema islâmico. É uma das maiores forças económicas, políticas e militares do Irão.


Artigo revisto por: Andreia Jesus


Artigos recentes

A arte para além de uma moldura

A exposição “Genius or Vandal – an unauthorized show” chegou a Portugal no dia 14 de junho à Cordoaria Nacional, em Lisboa, onde estará aberta

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *