Hashtag United: a história da equipa formada no e para o Youtube.

Na 9ª divisão do sistema inglês de ligas nacionais está um clube muito peculiar, com mais de 430 mil seguidores no Instagram, mais de 475 mil subscritores no Youtube e mais de 180 mil seguidores no Twitter. São os Hashtag United, e estes são números que deixam para trás muitos clubes da Primeira Liga Portuguesa. O criador e agora presidente dos Hashtag United é o conhecido youtuber Spencer Owen, e o irmão Seb Carmichael-Brown. A equipa começou como uma brincadeira de 11 amigos que iam jogar futebol regularmente, posteriormente começando a gravar os jogos e a postá-los num canal secundário de Spencer. Deu-se início com jogos contra outras equipas de youtubers e contra equipas de programas de televisão, entre outros – E assim, a equipa foi ganhando apoio.

O grupo de amigos original que gerou esta equipa (fonte: Twitter @hashtagutd)

Pode parecer muito estranho, mas hoje em dia estão a apenas oito subidas de divisão da tão conhecida Premier League. Para Spencer é esse o sonho. De momento, estão em primeiro lugar numa das séries da 9ª divisão inglesa: a Essex Senior. Engane-se quem pensa que esta equipa é apenas digital. Na época passada, foram o 2º clube com melhor média de espectadores, com cerca de 400 por jogo. As grandes marcas aperceberam-se do grande movimento de marketing que poderiam ter ao juntar-se a esta “grande” equipa de Londres, e na época passada ganharam o patrocínio no equipamento da marca Adidas e do jogo de simulação futebolística Football Manager. Os equipamentos estão à venda num site próprio por valores à volta das 50 libras.

O atual equipamento dos Hashtag United. (fonte: Adidas)

Desde que a equipa entrou nas ligas de Inglaterra tem reforçado bastante o plantel. Dois dos nomes mais sonantes são Tom Williams (o defesa esquerdo que já jogou pelo Swansea e que foi internacional pelo Chipre) e Joshua Osude, que ganhou o torneio para decidir que fã teria a oportunidade de representar os ‘Tags, através de uma competição no Youtube

Algo que trouxe bastante reconhecimento a esta equipa foi a competição que criaram no estádio da seleção Inglesa, Wembley. Spencer conseguiu com que todos os anos desde 2015 fosse disputada a Wembley Cup: taça disputada entre equipas do Youtube. Na última edição, conseguiram levar mais de 33.000 pessoas ao mítico estádio inglês. O sonho continua a ser chegar, pelo menos, ao sistema de futebol profissional em Inglaterra – e este sonho cada vez mais parece possível, com o bom momento que a equipa mais mediática do Youtube, os “Hashtag United”, atravessa atualmente.

Artigo revisto por Carolina da Silva Cacito

Artigos recentes

Crítica a The Politician

A descrição “comédia dramática” nunca havia sido tão bem aplicada antes. The Politician, uma das mais recentes apostas da Netflix, traz fortes emoções, para além

Ler mais »

te·sou·ro

(latim thesaurus, -i) substantivo masculino 1. Grande quantidade de ouro, prata, coisas preciosas, posta em reserva. 2. Lugar onde se guardam esses objetos (tipicamente escondido)

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *