Atualidade,  Informação

Hillary e Trump na última jogada até à Casa Branca

As últimas achas para a fogueira das eleições americanas de 2016 foram lançadas na passada quarta-feira à noite, em Las Vegas. Hillary Clinton e Donald Trump discutiram durante noventa minutos as questões políticas mais importantes.

O terceiro e último debate da noite passada, que decorreu na Universidade de Nevada, em Las Vegas, apresentou diferenças relativamente aos dois anteriores, embora as ofensas não tenham sido descartadas por completo.
Assistiu-se a um contraste claro entre as direções que cada candidato espera tomar para governar o país. Dos dez pontos-chave discutidos destacam-se temas como a economia, o terrorismo, a imigração, o aborto ou a polémica lei das armas.
O momento alto da noite aconteceu quando o moderador Chris Wallace perguntou ao candidato republicano se iria aceitar os resultados eleitorais, que favorecem cada vez mais a candidata democrata. Donald Trump deixou a sua resposta em aberto até à noite eleitoral, num desejo de manter o país em “suspense”. Do lado democrata, Hillary mostrou-se horrorizada com a posição tomada pelo seu opositor e defendeu que a democracia funciona com base em eleições livres e justas e na aceitação dos seus resultados.
Confrontado com a ideia de perder as eleições já no próximo dia 8 de novembro, Trump considera os resultados ilegítimos, e já por várias vezes classificou as eleições como fraudulentas.
Hillary relembrou, entre outras questões, o polémico tema das mulheres, numa clara alusão às notícias sobre episódios de abuso sexual que colocaram o candidato no centro da questão nos últimos meses. “Ninguém respeita mais as mulheres do que eu”, declarou Trump em sua defesa, arrancando risos entre a audiência.
O debate prosseguiu com a questão das armas e da imigração. Neste último, Donald Trump voltou a reforçar a ideia de construir um muro na fronteira do México, enquanto Hillary garantiu que não pretende “partir famílias ao meio”.
Após este último frente a frente, e de acordo com uma sondagem da CNN, 52% escolheram a candidata democrata como vencedora contra 39% que optaram pelo candidato republicano.
Segundo o site Real Clean Politics, Hillary lidera as sondagens com 48.5%, mais 6.4 pontos do que o seu adversário, com 42.1% dos votos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *