Atualidade,  Informação

Itália volta a “tremer”, novo sismo sentido esta manhã

Abalo afetou o centro de Itália, e chegou a atingir as cidades de Roma e Nápoles. Regiões afetadas pelos sismos de agosto sofreram os maiores danos. Autoridades avançam que não há mortes até ao momento.

 

Depois dos dois sismos sentidos no final do mês de agosto, o centro de Itália volta a ser alvo de um novo deslizamento de terras.

O sismo, teve uma magnitude de 6.5, segundo as autoridades italianas. Deixou um rasto de devastação nas províncias maís próximas do epicentro, situado a 6km de Nórcia, segundo avança o USGS (United States Geological Survey), destruindo parcialmente edifícios que já se encontravam fragilizados devido a sismos anteriores. Nomeadamente a Basílica de S. Bento, em Nórcia, construída em XIV em homenagem ao fundador da ordem benedita.

Em comunicado, o chefe da Proteção civil italiana, Fabrizio Curcio, afirma que até ao momento não há informações de vitimas mortais, apenas um ferido grave e alguns ligeiros. Acrescentando, que 15000 pessoas estão sem acesso à eletricidade ou água potável, e que devido ao dano causado nas estradas, apenas é possível o acesso a veículos de emergência. Declarou ainda, que o estado de destruição de algumas casas obrigou milhares de indivíduos a procurar abrigo.

Todavia, esta situação deve estar controlada. “Há dois dias que estamos a trabalhar para transferir as pessoas das zonas costeiras” e desta forma evitar o perigo das derrocadas, assegurou Curcio em declarações à imprensa.

Em Roma os metros estiveram encerrados por algumas horas como medida de precaução.

As autoridades italianas enfrentam grandes dificuldades em relação á elevada atividade sísmica proveniente desta área. “Existe cerca de 10,000 a 100,000 pessoas que precisam de ajuda”, afirmou Luca Ceriscioli, presidente da região de Marche, no centro de Itália. Acrescentando que se a atividade sísmica não parar cerca de 100 mil pessoas podem perder a sua habitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *