Atualidade,  Informação

Lula da Silva foi detido esta madrugada após buscas da polícia federal

Captura de ecrã 2016-03-7, às 19.24.53

Às seis horas desta manhã a residência do antigo Presidente do Brasil foi revistada por agentes, no âmbito da operação Lava-Jato que já vai na 24ª fase.

O Ministério Público Brasileiro diz que Luiz Inácio Lula da Silva foi “um dos principais beneficiários” de alguns crimes cometidos na empresa petrolífera Petrogas. Segundo a Folha de São Paulo, Lula foi levado pelas autoridades federais para depor, ao abrigo de um mandado de “condução coercitiva” pedido pelo juiz federal Sérgio Moro.

De acordo com a procuradoria, o instituto recebeu de várias empreiteiras vinte milhões de reais em doações e a LILS Palestras (empresa de antigo presidente) recebeu mais de dez milhões. “São realmente empresas que caracterizam o núcleo duro do cartel que dilapidou o património da Petrobras”, disse o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima.

Em resposta a esta acusação, o instituto do antigo Presidente já veio comunicar que se trata de “criar um escândalo a partir do invencionices”, tratando-se de um ataque dos seus opositores. Esta operação veio à ribalta no ano passado e envolve outros casos.

Cerca de 200 policias federais e 300 auditores cumpriram cinco mandados de busca e apressando em São Bernardo do Campo, cidade onde está o apartamento de Lula da Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *