Opinião,  Secções

“Mil e Uma” Sombras de Bullying

Bullying, o que será este termo tão feio? Visto de fora, parece somente um maltrato tanto a nível físico como também a nível psicológico, mas as pessoas que sofrem disto na pele andam completamente destroçadas e por vezes nós nem notamos isso. E porquê? Este é um problema em que as “vítimas” têm medo de se expor ao mundo, não muito por vergonha, mas sim porque é algo que as afeta, de tal forma que começam a ser introvertidas e a guardar tudo para si mesmas.

Não pensem que o bullying envolve apenas os atos de violência física e/ou psicológica, isto porque uma das maiores desvantagens do aparecimento das novas tecnologias é o facto de desenvolver novos tipos de bullying, tais como o cyber-bullying, que consiste em usar linguagem inapropriada e com algum conteúdo sexual de forma a incentivar a vítima a algo. Num mundo “civilizado” como e porque sofremos de bullying? É uma questão muito ligada ao preconceito, ou seja, como nos veem de forma diferente, têm o intuito de nos colocar de lado; outras vezes, pode ser por sermos franzinos e, assim, um alvo fácil de ser maltratado…

Por outro lado, os bullies (agressores) praticam estes atos por uma necessidade de se superiorizarem e mostrarem que são os melhores, ou até simplesmente por puro prazer pelo sofrimento dos outros, porque, assim, ganham respeito e, assim, ninguém lhes faz frente. Na maior parte das vezes sofremos de bullying por termos peso a mais ou a menos, por termos características únicas que nos diferem de todos os outros (daí algumas alcunhas). E como poderemos saber se alguém sofre de bullying?

Este pode ser um texto de opinião, mas também quero ajudar as pessoas que possam sofrer disto e evitar novos casos neste problema que assombra imensos corações. Para isso, irei enunciar vários indicativos para vermos se alguém sofre de bullying ou não… Estes indicativos poderão ser transtornos a nível alimentar, do sono e da ansiedade, uma maior irritabilidade, medos regulares, tentativas de suicídio, depressão, isolamento social, entre outros…

Isto quer dizer que o bullying afeta o nosso sistema nervoso, daí andarmos com medo ou nos isolarmos das outras pessoas porque nos sentimos diferentes e colocados de parte. A depressão pode ter vários graus, dependendo da forma como somos maltratados e da intensidade de ocorrência desta situação.

Se vocês virem alguém a sofrer de bullying, ajudem essa pessoa e não se afastem, porque se vocês se afastarem da pessoa estão ainda a piorar a situação, e a pessoa em causa irá sentir-se ainda mais “vítima”. Por vezes, o suicídio começa nestas situações porque não temos apoio emocional devido ao facto de nos isolarmos e termos medo de falar disto, ou seja, o ato não é vergonhoso para quem o pratica mas sim para quem o sofre “na pele”.

Captura de ecrã 2016-02-9, às 17.08.17

O Pedro escreve com o novo acordo ortográfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *