Atualidade

Ministério da Agricultura garante que “não há perigo” em carne importada do Brasil

O Diretor-Geral de Alimentação e Veterinária afirmou, esta terça-feira, que não existem indícios de perigo para a saúde nas carnes importadas do Brasil. Garante, porém, que ASAE vai reforçar a fiscalização.

“Não temos notícia de que algum produto adulterado tenha entrado em Portugal, temos um sistema de vigilância que funciona e demos instruções, sobretudo aos instrumentos de fiscalização, para reforçarem as ações de fiscalização por forma a que sobre essa questão não subsistam quaisquer dúvidas”, respondeu o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, numa conferência de imprensa extraordinária do Conselho de Ministros

O Diretor-Geral acrescentou que apenas 3,7% das carnes que Portugal importa vêm do Brasil e, como tal, não irão tomar nenhuma medida no sentido de proibir as importações porque as empresas autorizadas a exportar para a Europa já estão bloqueadas.

“Todos os produtos que entraram em Portugal apresentavam características absolutamente normais, portanto não há necessidade alguma de desencadear uma ação para os retirar do mercado”, afirmou aos jornalistas.

A Comissão Europeia alertou os estados-membros para que reforcem o controlo, o que em Portugal será feito pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *