Informação

Morre um fumador a cada 48 minutos

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) divulgou um inquérito sobre o tabagismo em Portugal. E os números revelados pela DGS são preocupantes. O tabaco mata em Portugal quase 12 mil pessoas por ano. Há a contabilizar cerca de 800 mortes por se ser um fumador passivo. Em Portugal uma em cada dez mortes resulta do tabaco.

A maior preocupação da DGS prende-se com as respostas aos inquéritos realizados, em que 49% dos portugueses não vêem grande perigo no consumo de tabaco. A percentagem de pessoas que considera os riscos do tabaco inexistentes ou de pouca relevância chega aos 17%.

Da análise aos inquéritos resultou uma recomendação de maior sensibilização, sobretudo junto dos jovens. O Secretário de Estado da Saúde, Fernando Leal da Costa, prometeu avançar com algumas medidas já para o próximo ano.

O governante falou na criação de uma linha de apoio ao vício aliada ao serviço Saúde 24 e na comparticipação de medicamentos para ajudar a deixar de fumar (em cerca de 39%). Falou também na criação de uma nova lei, que visa proibir fumo em todos os espaços fechados, mesmo a quem fuma cigarros eletrónicos.

Se és fumador, a ESCS MAGAZINE apresenta-te agora algumas ajudas para deixares de fumar.

  1. Não existe um consumo de tabaco que possa ser considerado inofensivo.
  2. Dois a cinco anos depois de deixar de fumar o risco de AVC torna-se semelhante a quem nunca fumou e em 10 anos o risco de cancro do pulmão desce para metade.
  3. Encontra uma motivação. Nas mulheres a gravidez funciona muitas vezes como uma razão para deixar de fumar. Mas existem muitas outras opções, como criar uma lista de vantagens de não fumar, por exemplo: poupa-se dinheiro, tem-se melhor aspecto e fica-se mais saudável.
  4. Se tiveres vontade de fumar tenta desviar a atenção. Normalmente essa vontade intensa só dura 5 minutos.
  5. Se precisares, recorre a medicação mas sempre com acompanhamento médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *