Atualidade,  Informação

Mourinho fora do Chelsea

Captura de ecrã 2015-12-18, às 01.05.41

O Chelsea rescindiu contrato com José Mourinho esta quinta-feira. O clube londrino encontrava-se a atravessar uma das piores fases da sua história. Em dezasseis jogos na Premier League contava apenas com nove vitórias. O treinador português sai do clube depois de ter conquistado o campeonato na época passada. Segundo a conta oficial do clube, a rescisão foi feita por mútuo acordo.

A passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões não foi suficiente para que Mourinho se mantivesse à frente do clube, terminando assim a segunda aventura inglesa do treinador português, que já tinha treinado os blues na época de 2004/2005, ano em que o clube apenas sofreu apenas uma derrota em jogos para o campeonato nacional, tornando-se assim campeão.

O jornalista britânico Dan Roan referiu que a indemnização que devia ser paga pelo clube de Roman Abramovich rondaria os 55 milhões de euros, mas este montante poderá não chegar a ser recebido por Mourinho. No entanto, a BBC refere que o treinador aceitou rescindir o contrato se os blues lhe pagassem o valor dos salários referentes a esta época futebolística.

Na primeira passagem pelo clube, entre 2004 e 2007, Mourinho conquistou dois campeonatos, uma Taça de Inglaterra, uma Supertaça e duas Taças da Liga. Só faltou mesmo vencer uma Liga dos Campeões. Foi a pensar nesta tão ambicionada Liga que Abramovich aceitou contratar de novo o treinador, anos depois do seu primeiro despedimento. Tudo parecia correr bem depois de um novo título conquistado por Mourinho ao serviço do Chelsea. O que não era expectável era a performance do clube esta época e nem as declarações recentes de Mourinho (“o melhor treinador para tirar o Chelsea desta crise sou eu”) serviram para descansar Roman Abramovich. Assim, o russo reuniu-se nos últimos dias com a sua equipa de assessores, tomando esta manhã a decisão há muito esperada pelos media.

Para onde vai Mourinho agora? Quem irá ficar aos comandos do Chelsea? São estas as questões que se impõem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *