Atualidade,  Informação

Os primeiros refugiados já chegaram a Portugal

Captura de ecrã 2015-12-18, às 01.14.21

Um total de 25 pessoas oriundas de Eritreia, da Síria, do Sudão, do Iraque e da Tunísia já chegaram a Portugal. Este grupo de refugiados é composto por seis famílias, duas crianças, um bebé e vinte e dois adultos.

Chegaram esta quinta-feira, primeiramente, num grupo de 10 pessoas, que já se encontravam acolhidas na Itália, acompanhadas por um oficial de ligação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Mais tarde, os restantes 15 refugiados, que se encontravam na Grécia.

Foi-lhes feita uma receção oficial no aeroporto pela ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e pelo ministro-adjunto do Primeiro-ministro, Eduardo Cabrita. Este é o primeiro grupo de refugiados que vai ser acolhido no nosso país, no âmbito do Programa de Recolocação da União Europeia.

Envolvidos no processo de acolhimento estarão também a Câmara Municipal de Lisboa, o Conselho Português para os Refugiados, o Alto Comissariado para as Migrações, a Plataforma de Apoio aos Refugiados, a Cruz Vermelha Portuguesa, a União das Misericórdias Portuguesas, o Serviço Jesuíta aos Refugiados e a Fundação Islâmica de Lisboa.

Captura de ecrã 2015-12-18, às 01.14.31

Portugal estará disponível, ao longo dos próximos dois anos, para acolher cerca de mais 4.775 refugiados. Essa disponibilidade será divulgada pelo atual primeiro-ministro, António Costa, no Conselho Europeu que está a decorrer em Bruxelas, Bélgica, até esta sexta-feira.

O total de 4.500 refugiados será distribuído pelo país, nomeadamente para regiões como Lisboa e cidades adjacentes, como Torres Vedras; para a região de Sintra, nomeadamente Cacém; para a Marinha Grande, em Leiria; Penafiel, na região do Porto; e Alfeizerão, perto de Alcobaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *