Naufrágio na costa da Mauritânia faz pelo menos 58 mortos

Fonte: GS Notícias

Pelo menos 58 migrantes morreram num naufrágio na costa da Maurtiânia. O navio que transportava cerca de 150 migrantes tinha saído da Gâmbia no dia 27 de novembro. A notícia foi avançada pela agência das Nações Unidas para as migrações.

            Tentavam fazer a travessia da África Ocidental para a Europa. É um dos piores acidentes dos últimos anos. Laura Lungarotti, líder da Organização Internacional para as Migrações (OIM) na Mauritânia, utilizou o Twitter para informar que entre as vítimas mortais estão mulheres e crianças.

A maior parte dos passageiros era da região de Banjul, na Gâmbia. Nesta travessia da África Ocidental para a Europa, os migrantes almejavam chegar a Espanha, mais precisamente às Ilhas Canárias.

A embarcação começou a meter água e o seu motor parou. Apesar de ter acontecido enquanto ainda estava perto da costa, as correntes fortes impediram o seu regresso a terra.

Fonte: REUTERS/GIORGOS MOUTAFIS/ARQUIVO
 

Uma fonte da segurança da Mauritânia declarou à AFP que os migrantes “não tinham comida a bordo, tinham fome, tinham frio, por isso deixaram a embarcação a nado”.

As autoridades da Mauritânia estão a trabalhar com os serviços consulares da Gâmbia para garantir o bem-estar dos sobreviventes. O embaixador do país vai viajar até Nouadhibou para prestar apoio às vítimas.

Artigo revisto por Carolina Cacito.

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *