Atualidade,  Informação

O dia em que Wembley foi francês

80 mil adeptos entoaram “A Marselhesa”. Estádio de Wembley “vestido” com as cores de França. Inglaterra venceu a seleção gaulesa por 2-0 num dia em que o resultado foi o menos importante.

O Estádio de Wembley, em Londres, é um dos mais míticos do mundo. Com cerca de 80 mil lugares, serve habitualmente de casa à seleção inglesa de futebol. O seu imponente arco distingue-o de qualquer outro estádio.

Mas ontem transformou-se num estádio de França. Num estádio do mundo. O mundo que está unido contra o terrorismo e contra os ataques de sexta feira em Paris, no Le Bataclan, e junto ao Stade de France.

O arco foi iluminado com as cores da bandeira. Fora do podia ler-se a divisa de França: “Liberdade, igualdade e fraternidade”.

Sem Título

Lá dentro, antes do início do jogo, o príncipe William e os dois selecionadores, Didier Deschamps (França) e Roy Hodgson (Inglaterra) colocaram, cada um, uma coroa de flores no relvado.

O momento alto da noite estava, no entanto, reservado para o que viria a seguir. Depois de se ouvir God Save the Queen (o hino inglês), e tal como prometido, a letra do hino francês foi projetada nos ecrãs do estádio e os 80 mil espectadores presentes entoaram “A Marselhesa”.

Seguiu-se depois um minuto de silêncio, no qual os jogadores de ambas e seleções e equipa de arbitragem se misturaram à volta do círculo central do terreno.

3453453

O resultado acabou por ser o menos importante. A Inglaterra venceu o jogo por 2-0, como golos de Dele Alli (39′) e Wayne Rooney (48′).

Veja o vídeo do momento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *