Os Estúdios Ghibli

Os estúdios Ghibli – ou, como são apelidados por muitos, a Disney do Japão – são um dos maiores estúdios de cinema de animação japonesa. Os estúdios encontram-se em Koganei, Tóquio. Em 1985, dois amigos – Hayao Miyazaki e Isao Takahata – fundaram a empresa depois do sucesso da Nausicaa of the Valley of the Wind.

O nome Ghibli foi dado pelo Hayao Miyazaki. Ghibli significa brisa quente do deserto, em italiano. Isto leva à ideia de que o estúdio seria uma nova brisa no mundo da animação. A mascote da empresa é o Totoro, a personagem principal do filme O Meu Vizinho Totoro.

( Japan Rail Pass – Travel Guides – https://www.jrailpass.com/blog/studio-ghibli-museum)

O estúdio é conhecido pelos seus filmes, mas também produziu várias curta-metragens e anúncios, e colaborou no desenvolvimento visual de vários videojogos.

(Travel with Nano – https://travelswithnano.com/2018/05/16/tickets-to-studio-ghibli-museum-in-tokyo/ )

Os estúdios produziram cerca de 20 filmes. Muitos dos temas favoritos de Miyazaki para abordar nos filmes são: anti-violência, sacrifício e fortalecimento da mulher. É importante relembrar que os filmes foram criados entre 1984 e 2014.

Seis dos filmes estão entre os dez filmes de anime com maior sucesso de bilheteria produzidos no Japão. O filme Viagens de Chihiro arrecadou mais de 360 milhões de dólares em todo o mundo. Cinco filmes receberam indicações de Oscar. As Viagens de Chihiro, mais uma vez, ganhou o Oscar do Melhor Filme de Animação em 2003.

Aqui estão cinco dos melhores filmes de Ghibli:

  1. Castelo Andante (2004)

(RTP – http://media.rtp.pt/extra/estreias/o-castelo-andante/ )

O filme Castelo Andante serviu a Miyazaki como forma de demonstrar a sua oposição à guerra do Iraque. Uma história de como a violência muda as terras e destrói o ser humano física e psicologicamente.

O filme é baseado num livro de Diana Wynne Jones de 1986. Depois de 20 anos e de o livro já estar quase esquecido, os Estúdios Ghibli pegaram na história.

Castelo Andante conta a história da jovem Sophie, que trabalha na chapelaria da família. Depois de ser transformada numa mulher de 90 anos por uma bruxa, embarca numa aventura para quebrar a maldição. Essa aventura leva-a até ao castelo de Howl. Sophie torna-se amiga de Markl, o aprendiz de Howl, de um demónio de fogo, Calcifer, e de Howl. Calcifer faz um pacto com Sophie e promete ajudá-la a quebrar a maldição. Assim como Calcifer, Howl consegue ver através do feitiço e apaixona-se por Sophie. Mas a situação muda quando o rei pede a Howl para lutar na guerra entre reinos.

2. Princesa Mononoke (1997)

(RTP – https://www.rtp.pt/programa/tv/p12685)

Começa por ser um filme de aventura e de fantasia, mas é o único considerado PG-13 dos Estúdios Ghibli. Princesa Mononoke explora a relação do homem com a vida selvagem.

O filme conta a história do jovem príncipe Ashitaka, que foi amaldiçoado depois de um encontro com o demónio javali, criado pela violência do homem. Ele embarca numa viagem e chega à aldeia de ferro, onde está a acontecer um conflito entre humanos e deuses da floresta. Como líder dos deuses encontra-se a Princesa Mononoke, uma rapariga criada por lobos que está pronta para lutar todos aqueles que ameaçam a floresta.

O filme Princesa Mononoke pretende chamar a atenção para a proteção do meio ambiente. Apesar de o filme ser de 1997, passados 22 anos este tema continua a ser algo que deve permanecer nas nossas mentes.

3. Meu Vizinho Totoro (1988)

(RTP – http://media.rtp.pt/extra/estreias/totoro/ )

Um dos filmes para crianças mais leves e enriquecedores dos Estúdios Ghibli. Neste filme, Miyazaki mostra como a fantasia pode ser usada como uma escapadela da realidade essencial à vida humana. É algo que também está fora do nosso controlo.

O meu vizinho Totoro conta a história de duas irmãs – Stasuki, de 10 anos, e Mei, de 4 anos – que se mudam da sua casa para o campo com o seu pai. Assim podem estar mais perto da mãe, que está hospitalizada. As duas irmãs descobrem que perto da sua casa habitam umas criaturas mágicas chamadas de Totoros. Tornando-se amigos, o Totoro e as duas raparigas têm várias aventuras.

O Totoro é um dos maiores símbolos de animação. Para além do filme, Totoro aparece no merchandising dos estúdios do Ghibli e tornou-se um símbolo da empresa.

4. Viagens de Chihiro

(RTP: https://www.rtp.pt/programa/tv/p19546 )

Viagens de Chihiro, ou Spirited Away, é um filme que terá marcado muitas infâncias pelo mundo. É um sucesso de animação com vários prémios, incluindo o Óscar de Melhor Filme de Animação em 2003.

O filme conta a história de Chihiro, uma menina de 10 anos. Numa viagem de família, encontra um parque de diversões abandonado. Os pais de Chihiro sofrem uma transformação, o que a leva a fugir e a descobrir um mundo mágico. Nesse mundo ela encontra Haku, um rapaz de 12 anos que se consegue transformar num dragão, e vários espíritos e criaturas. Haku ajuda Chihiro a voltar para os seus pais.

Um filme com uma animação lindíssima e que demonstra o desejo de ganância que existe em todos nós através dos pais Chihiro ou através do No-face, que é capaz de reagir às emoções e ingerir outras pessoas para ganhar personalidade e um corpo humano.

É possível ver pela a primeira vez ou rever todos os filmes dos Estúdios Ghibli, pois toda a sua coletânea de filmes está no HBO.

Por Mariana de Melo Gonçalves

Revisto por Miguel Bravo Morais

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *