Atualidade,  Informação

Primárias americanas oferecem mais uma vitória a Trump e Clinton

Numa semana em que mais cinco estados foram a votos, Trump voltou a assegurar a sua supremacia na corrida à Casa Branca. Hillary Clinton também não facilitou o jogo a Bernie Sanders e distancia-se cada vez mais do senador de Vermont.

Foi uma Super terça-feira dedicada à costa Leste. Maryland, Pensilvânia, Delaware, Connecticut e Rhode Island, os cinco estados foram a votos e, sem surpresas, os candidatos principais dos dois partidos consolidaram a sua posição na corrida presidencial.

Trump ganhou uma “mão cheia de estados”, tendo obtido a maior vitória no estado de Rhode Island (64% dos votos). O magnata conta agora com 949 delegados. Nesta conta, Ted Cruz e John Kasich conseguiram apenas dez dos 118 delegados a distribuir. Para já o único que se aproxima dos 1237 delegados obrigatórios é o polémico candidato republicano. Porém, e se Trump chegar a julho sem conseguir a nomeação direta, será necessária uma convenção aberta para que a maioria dos delegados independentes vote num candidato à sua escolha.

A ex-primeira dama também não se deixou ficar para trás nesta volta: Clinton somou vitórias em quatro dos cinco estados. Nesta volta das primárias americanas, Sanders arrecadou apenas uma vitória em Rhode Island com 55% dos votos. O candidato democrata muda agora o rumo da sua campanha ao focar-se não só nos delegados, mas também nos superdelegados, num caminho difícil, quase impossível para uma nomeação.

Na angariação de delegados, Hillary Clinton conta agora com 1640 contra 1331 de Bernie Sanders. Pelo partido democrático são necessários 2383 para ocorrer a nomeação.

Donald Trump chegou a fazer acusações à candidata democrata, afirmando que “a única carta que ela [Hillary] tem é a carta da mulher”, uma declaração à qual a ex-secretária de Estado respondeu com alguns aspetos da sua luta enquanto candidata como os cuidados de saúde das mulheres, a licença de maternidade remunerada e a igualdade de salários.

No dia 3 de maio tanto republicanos como democratas irão a votos no Indiana.

As convenções republicanas de onde sairá um candidato final decorrem de 18 a 21 de julho em Cleveland, Ohio. Dias depois, a 25 de julho, inicia-se a convenção do partido democrata que se prolongará até dia 28 de julho em Filadélfia, Pensilvânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *