• Opinião,  Secções

    As pequenas coisas inexplicáveis

    Estou a escrever-vos algures entre Coimbra e Celorico da Beira. Não posso precisar o lugar porque o comboio continua a andar e eu a escrever. Passou mais um mês e, por isso, estou de regresso a casa. (Quando lerem isto estou a regressar a Lisboa, mas isso não importa). Há uns dias, Paris foi alvo de vários atentados terroristas. Sempre que há um atentado há também uma parte de mim que treme. Em 2001, vi as notícias do atentado às Torres Gémeas sentada no chão da sala, rodeada de bonecas, com a minha bisavó em choque. Como é que se explica aquilo a uma miúda que ainda não tem sete…