• 7ª Arte,  Secções

    LEFFEST: Godard e as suas dúvidas existenciais

     “Jean-Luc Godard é mais que um cineasta, é quase um investigador científico do cinema: para além de ter assumido um papel essencial na arte francesa, destacou-se no panorama internacional. Não deixou a sua marca somente na nouvelle vague, mas sim em toda a história do cinema” – foi deste modo que Jean Douchet, realizador, historiador e crítico cinematográfico, abordou a vida e obra de um dos mais aclamados realizadores no segundo dia do Lisbon & Estoril Film Festival.   Sempre quebrou regras e é considerado vanguardista e polémico. No Cinema Medeia Monumental, no Saldanha, surpreendeu os fãs desolados de Monica Bellucci que não haviam obtido bilhetes para a sessão de…

  • Opinião,  Secções

    Ir ao cinema

    O Marcos Melo escreve ao abrigo do Antigo Acordo Ortográfico. O que nos faz ir ao cinema? é a pergunta que dá o mote a este artigo. Dito por outras palavras: o que nos faz sair do bem-bom do nosso lar rumo a um centro comercial ‘à pinha’, para ver um filme? Ir ao cinema é, acima de tudo, um ritual social. Em casa, facilmente assistimos a um filme sozinhos (de pijama, com o laptop ao nosso colo, enquanto estamos confortavelmente recostados no sofá ou na cama). No cinema, o caso muda de figura – até porque parece mal entrarmos sem companhia (“aquele ali veio sozinho, coitado”, julga alguém, de…