• Atualidade

    Risco de conflito entre potências mundiais atinge nível mais elevado desde a Guerra Fria

    O estudo da AON concluiu que ainda 40% dos países analisados estão expostos a risco de terrorismo, enquanto 60% estão expostos a ataques e agitação civil. O risco de um conflito entre as maiores potências mundiais nunca foi tão elevado desde o fim da Guerra Fria. A conclusão é da consultora de risco político AON, que nota que o risco de violência motivada por questões políticas voltou a aumentar, atingindo proporções idênticas às do final da Guerra Fria, entre a URSS e os Estados Unidos da América. “Apesar de a agitação civil e o terrorismo dominarem os ratings para a maioria dos países, a probabilidade de um conflito interestatal –…

  • Atualidade

    António Guterres salienta importância da prevenção de conflitos perante o Conselho de Segurança da ONU

    Na sua primeira intervenção perante o Conselho de Segurança, depois de ter assumido a pasta de secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), no passado dia 1 de janeiro, António Guterres apresentou esta terça-feira uma nova abordagem em relação à prevenção de conflitos internacionais. O novo secretário-geral da ONU, António Guterres, defendeu, perante o Conselho de Segurança, uma proposta para prevenir guerras e evoluir a organização, redobrando os esforços canalizados para a resolução das crises mundiais. O sucessor de Ban Ki-moon referiu que a ONU deverá estar mais atenta à prevenção de conflitos e à mediação dos mesmos: “Devemos reequilibrar o nosso foco sobre a paz e segurança. Durante décadas…