• Opinião,  Secções

    A resposta está no nome

    Eu sei, está tudo farto de ouvir falar no novo acordo. É a língua a evoluir, não há nada a fazer, e por aí fora. Mas aqui fica um grito aos céus de quem ainda estremece quando lê “ação”. Os motivos do acordo – os oficiais, pelo menos – são uma coisa que me magoa. Cada país tem direito à sua identidade e a língua é uma das suas marcas mais importantes, mesmo se for comum a vários países: porque é diferente, no ritmo, em vocabulário, em subtilezas da grafia; em pormenores, no fundo, mas pormenores que a tornam especial, única, nossa. É por isso que, apesar de sabermos que…