• Opinião

    Deficientes Sociais

    Era quarta-feira e chovia a potes. Cheguei ao supermercado e o parque de estacionamento não tinha mais do que três carros. Fiz as minhas compras e, quando me dirigia para o carro, vi um veículo chegar e estacionar, mesmo à entrada do dito estabelecimento, num lugar destinado a pessoas deficientes. Parei um pouco e esperei que o automobilista saísse. E saiu, como qualquer outra pessoa sem nenhum tipo de deficiência aparente. Não quis cometer um julgamento precipitado e passei perto da viatura para ver se esta possuía algum dístico que indicasse que o condutor era portador de algum tipo de deficiência. Não existia nenhum dístico, o automobilista não era idoso,…