Atualidade

Web Summit em Lisboa até 2028

A data foi confirmada esta quarta-feira pelo Governo e por Paddy Cosgrave. O espaço onde se realiza a conferência vai duplicar.

A Web Summit mantém-se em Lisboa por mais dez anos, anunciou esta quarta-feira Paddy Cosgrave, CEO do evento, numa cerimónia no Altice Arena que reuniu o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.   

  Fonte: Observador

António Costa, que falou depois de Medina ter afirmado “Ganhámos”, referiu que a permanência da Web Summit em Lisboa até 2028 é importante para a imagem de Portugal “como país da inovação”. Um país, disse, “capaz de atrair empresas que criam emprego”.

O ministro da Economia, Caldeira Cabral, também presente na conferência, na sessão de perguntas e respostas após a saída do primeiro-ministro, referiu que o investimento para a Web Summit ficar em Portugal será de 11 milhões de euros anuais, o que perfaz a quantia de 110 milhões em dez anos. O presidente da câmara explicou que o valor do investimento será proveniente do Fundo de Desenvolvimento Turístico do município, bem como de outras instituições do Ministério da Economia e da Câmara de Lisboa.

O Governo prevê que o impacto económico da Web Summit seja já superior “a 300 milhões de euros no país, contribuindo ainda para promover Portugal a posicionar as empresas portuguesas no mercado global”.

A Web Summit menciona, em comunicado, que o acordo prevê um substancial aumento do espaço disponível para o evento, de forma a acompanhar o seu rápido crescimento”. A FIL, local para onde o evento se vai expandir até 2022, ficará com instalações “quase duas vezes e meia a área atual”, afirmou Fernando Medina. A primeira fase de expansão começará nos próximos meses e deverá estar concluída até ao início da Web Summit 2019″, refere a organização da conferência.

© Álvaro Isidoro/Global Imagens

A Web Summit diz que o processo de negociação foi longo e que teve ofertas de mais 20 das maiores cidades europeias – incluindo Berlim, Paris, Londres, Madrid, Milão e Valência.

É de salientar a política de sustentabilidade que a Web Summit, o Governo português e a Câmara Municipal de Lisboa pretendem levar a cabo: “a eliminação de plásticos descartáveis de uso único, uma política de desperdício zero alimentar, assim como a realocação e reutilização de materiais de construção “, entre outros aspetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *