Opinião,  Secções

Adolescente violada por 33 homens foi a maior culpada

“Jovem brasileira de 16 anos violada por mais de 30 homens”.

Impossível, que nas últimas semanas não tenhas sido exposto a esta triste notícia – triste e recorrente, infelizmente. A violação não é apenas uma realidade brasileira, mas mundial.

Porém, existe um facto em relação a este acontecido que causa mais espanto que a própria violação em si. A meio de tanta discussão sobre o que aconteceu com a adolescente, existe uma boa parcela da população que acredita que a jovem de 16 anos foi a culpada pelo acontecido. As suas roupas, a sua conduta, o facto de já ser mãe, morar na favela e andar frequentemente rodeada de traficantes, de alguma forma, seriam motivos plausíveis para o que ocorreu e legitimavam que a mesma fosse violada.

Antes de falar sobre a opinião antiética desses indivíduos, contarei uma pequena história que aconteceu recentemente com um amigo muito próximo.

“Gonzaga”. Chamar-lhe-emos assim para preservar a identidade do meu amigo Matheus Santos, de 22 anos e que mora na Amadora, como quem vai para os Quatro Caminhos.

Gonzaga recentemente foi assaltado quando voltava do seu trabalho. Os dois rapazes que o abordaram subtraíram 70 euros de sua carteira, um relógio da Swatch e um iPhone 6. Gonzaga chegou a casa aos prantos, totalmente conturbado, não só pela perda económica, mas também pela possibilidade de ter perdido a vida, o que não é nada fixe de acontecer.

Rapidamente, o meu amigo Gonzaga telefonou-me para contar o sucedido, pois não existe nada mais prazeroso do que partilhar uma história de desgraça e sofrimento com alguém próximo. Ninguém se recorda de uma pessoa que disse “eu amo-te” com a mesma facilidade que se recorda de um sujeito que esbravejou um belíssimo “Vá pó caraças!”

Voltando ao meu amigo, depois de contar tudo o que aconteceu, o mínimo que o Gonzaga esperava de mim eram discursos genéricos de apoio e conforto, mas isso era impossível. Como posso eu defender o meu amigo Matheus, digo, Gonzaga, sendo que ele foi o maior responsável por tudo o que aconteceu?

Sim, ele foi o culpado. Primeiramente, como uma pessoa pode andar com roupas da Armani na Amadora? Numa cidade com tantos problemas económicos e desigualdades sociais, é quase uma afronta à população ostentar roupas de grife. Era mais do que óbvio que em algum momento ele seria assaltado, ele sabia disso.

Não quero nem falar do telemóvel. Quem ele pensa que é para ter um iPhone 6? Era muito mais inteligente ter um iPhone 5 ou até mesmo um Wiko, mas não, Gonzaga gosta de ter mais dinheiro e posses do que as outras pessoas.

Os bandidos não tiveram qualquer culpa, eles só agem porque as pessoas dão motivos para agirem. Os cidadãos humildes, que só consomem o essencial e que compram roupas na Primark, não costumam ser assaltados. Se o Gonzaga não quisesse chamar tanto a atenção, com certeza não seria assaltado.

Não é que eu queira justificar um assalto. Não me entendam mal; roubar é errado, com certeza, mas contra o facto de o Gonzaga ter dado motivos para ser assaltado não há o que argumentar.

Mas então, em relação à jovem que foi violada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *