Opinião

Amor de fevereiro

Cartas de amor são poesia,
Como o meu amor por ti,
Talvez um truque de feitiçaria
Que eu não quero que chegue ao fim.

Sinto-me preso num labirinto de felicidade
E não preciso da ajuda da razão,
Porque se a saída encontrasse, de verdade,
Continuaria preso a ti, Perdição!

Olhar para ti é olhar para casa,
Sentir segurança e proteção,
Deitar-me num porto seguro
E acordar nos braços da paixão.

Contigo avanço lado a lado,
Tudo é mais vivo e verdadeiro.
É a ti a quem eu escrevo neste mês enamorado,
Obrigado, meu mês de fevereiro!

Em ti vejo futuro,
Contigo eu vivo o presente
E, por mais que o caminho seja duro,
Serás para sempre o meu lugar sorridente.

Artigo revisto por Inês Pinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *