• Media

    “As Telefonistas”: mulheres fictícias, histórias reais

    AVISO: Este artigo contém spoilers. Nos últimos tempos, as produções espanholas da Netflix têm tido um grande destaque no catálogo da plataforma e “Las Chicas del Cable” não é exceção. Embora seja uma série que retrata os anos 20, são discutidos temas bastante atuais como a homossexualidade, o aborto, a violência doméstica e o feminismo. Tudo começa em Madrid, em 1928, no momento em que as telecomunicações atingiam picos no seu desenvolvimento e eram necessárias milhares de telefonistas para estabelecer as ligações que se cruzavam por todo o mundo. Lídia, Ángeles, Carlota, Marga e Sara são as principais telefonistas e personagens desta história, acabam por se tornar amigas e, juntas,…