João Garrido

Literatura

Crônica de uma velhice ensonada

A felicidade é uma partida de mau gosto. Dizem-nos que está lá, mas não o conseguem provar, nem mostrar. Talvez nem o conseguem sentir. Perdoo-lhes

Ler mais »

Assim dá gosto sofrer

É um privilégio sofrer tanto por tão pouco. Confesso-o: eu já sofri. Já chorei, berrei, amaldiçoei a minha sorte.  Já todos sofremos. É um ato

Ler mais »

A culpa (não) é minha?

Hoje venho falar-vos de algo que compreendi recentemente e que pretendo partilhar. Todos nós ouvimos que o melhor tempo das nossas vidas é o tempo

Ler mais »

#aboutlastnight

Abro os olhos. Os gritos incessantes aproximam-se com ferocidade. Rejeito-os como posso: projeto em mim as noites passadas a beber com os amigos, os dias

Ler mais »

Não tão querido Pai Natal

Querido Pai Natal, Gostaria de te trazer uma lista de coisas que queria, seja um boneco, viagens, ou qualquer desejo consumista momentâneo e prontamente substituído

Ler mais »

Abracadabra

É um fenómeno extremamente interessante. As pessoas, e talvez também eu, estão coerentemente à espera de que lhes chegue uma fórmula de sucesso. Ouvimos os

Ler mais »
Arquivo