• 7ª Arte

    Three Billboards Outside Ebbing, Missouri (2017)

    Podia muito bem chamar-se “Guia para (tentar) fazer justiça pelas próprias mãos” ou “Como não enlouquecer no meio de tanta loucura?”. Não é nem um, nem outro… Mas está lá perto. Frances McDormand (Fargo, Mississippi Burning, Almost Famous) interpreta Mildred Hayes, uma funcionária numa loja de lembranças numa terrinha do estado de Missouri, que, não conformada com a ineficiência da polícia em encontrar o culpado pela violação e pelo assassinato da filha, decide pedir explicações através de três polémicos cartazes plantados numa estrada pouco movimentada à saída da cidade. Inequivocamente dirigidos ao xerife Willoughby (Woody Harrelson, de True Detective, Natural Born Killers, The People vs. Larry Flynt), que está a…

  • 7ª Arte

    The Last Days of Disco (1998): uma ode à efemeridade da Disco

    Nova Iorque. Primórdios dos anos 80. Esta é a história das amigas e recém-formadas Alice (Chloë Sevigny) e Charlotte (Kate Beckinsale), da discoteca que frequentam todos os fins-de-semana e dos homens que aí conhecem. Os dias das duas amigas são passados a trabalhar numa editora, enquanto anseiam pela chegada da noite, na esperança de encontrar o amor junto de recém-formados de Harvard. Ao conseguirem entrar numa exclusiva discoteca da cidade, Alice e Charlotte conhecem Jimmy, um publicitário; Tom, um ativista; Josh, um aspirante a advogado; e Des, um dos gerentes do estabelecimento. E é neste decadente universo de sons e luzes que a história toma forma… O filme mostra-nos as…

  • Literatura

    As melhores redes sociais para quem adora ler… e partilhar!

    Ler livros é ótimo, mas poder partilhar o que lemos com os outros é ainda melhor! Numa altura em que estamos cada vez mais próximos da tecnologia, da internet e das redes sociais, é preciso tirar o melhor partido dela. Então, por que não juntar o melhor dos dois mundos? Bónus: para além de partilhares o teu gosto por livros, consegues ainda descobrir leituras novas! Existem muitas opções, mas o pequeno apontamento que aqui fica é um conjunto de sugestões mais práticas e de fácil acesso para os devoradores de livros em Portugal: GoodReads Criado em 2006, este site ajuda-te a encontrar a tua próxima leitura, a descobrir novos autores…

  • 7ª Arte

    The Cincinatti Kid (1965): como ser um ás

    Por mais listas que se façam sobre os filmes de Steve McQueen, poucas serão aquelas onde The Cincinatti Kid aparece à cabeça. Considerado um dos filmes mais subestimados da carreira de McQueen, The Cincinnati Kid (O Aventureiro de Cincinnati, na versão portuguesa) surge como uma lufada de ar fresco. A narrativa desenrola-se durante o período da Grande Depressão, em Nova Orleães. Steve McQueen interpreta Eric “The Kid” Stone, um jovem prodígio no póquer, que vive da adrenalina do amadorismo e do jogo clandestino. Ciente do seu talento, The Kid decide desafiar Lancey “The Man” Howard (interpretado por Edward G. Robinson) , um experiente jogador até então invencível, que está de…

  • 7ª Arte

    Charade (Charada) (1963)

    Este mês falo-vos de um pequeno tesouro cinematográfico… Protagonizado por Audrey Hepburn e Cary Grant, Charade narra a história de Regina Lampert (Hepburn), uma mulher rica e elegante, que, ao regressar a Paris depois das férias numa estação de esqui, descobre que o seu marido foi assassinado. O verdadeiro motivo do regresso de Regina era o pedido de divórcio que tencionava fazer, porém, quando Regina é abordada por um agente da CIA e este lhe revela que o seu marido, durante a Segunda Guerra Mundial, roubara, juntamente com três ex-soldados, 250 mil dólares, o divórcio torna-se uma peça irrelevante. O problema é que Regina desconhece o paradeiro do dinheiro, dinheiro…

  • Literatura

    A arte do “jogo nobre”

    O livro de que vos falo este mês é uma das maiores surpresas literárias que já tive: Novela de Xadrez de Stefan Zweig. Stefan Zweig nasceu a 28 de novembro de 1881, na cidade de Viena, e é considerado um dos mais influentes autores da primeira metade do século XX. De ascendência judaica, foi poeta, ensaísta, novelista, contista, dramaturgo, historiador e biógrafo, mas não necessariamente por esta ordem. Em 1934, durante o regime fascista de Dollfuss, Zweig exilou-se voluntariamente, rumando primeiramente a Inglaterra e mais tarde a países como os Estados Unidos da América e o Brasil. Deprimido com o alastrar do autoritarismo no continente europeu, foi exatamente no Brasil…

  • Made In ESCS

    Do mundo para a ESCS: Sandra Reboreda

    Em Lisboa, desde setembro do ano passado, Sandra Reboreda saiu de Mondariz, a cidade espanhola onde nasceu, e rumou à capital portuguesa. Para trás ficou a Universidade de Santiago de Compostela. Numa pequena entrevista revelou-nos um pouco da sua jornada na ESCS, da estada em Lisboa e não deixou de dar alguns conselhos aos futuros candidatos a Erasmus! Por que razão escolheste a ESCS? Na verdade, não foi bem escolher a ESCS. Primeiro escolhi o país, depois a cidade e finalmente a ESCS porque era a única instituição que tinha acordo com a minha universidade. Escolher Portugal foi fácil porque gosto do país desde pequena e tem a vantagem de…

  • Made In ESCS

    Os cinco melhores lugares para ler na ESCS

    1. Biblioteca: se gostas de ler em silêncio, a biblioteca é o local ideal para ti. Não tens de andar à procura de lugar, estilo “barata tonta”, como costumas fazer no -1, porque há mais do que espaço para ti aqui dentro. Se tens ouvido de tísico, o único ruído que te pode incomodar é aquele provocado pelo ar condicionado ou pela porta a fechar. Caso te canses daquilo que estás a ler, não te preocupes: lembra-te de que estás na biblioteca e aqui o que não falta são livros! Sugestão de leitura: tudo, desde textos das cadeiras, livros técnicos, romances ou bibliografia recomendada nas unidades curriculares.      …

  • Literatura

    Meses Temáticos – abril 2017

    Quando lemos algum livro, a história e as personagens começam a criar realidades diferentes daquelas que vivemos, transportando-nos para o mundo imaginário. Estas histórias fazem com que nos imaginemos na “pele” das personagens e, por isso, começamos a imaginar músicas ou sons que descrevem completamente todo o livro em apenas três minutos. Assim, a nossa secção de Literatura juntou-se mais uma vez para te mostrarmos as músicas que associamos aos nossos livros preferidos. Ana Rita Cristóvão – Perfect World, dos Kodaline É sempre uma tarefa difícil escolher algo que seja o nosso número um. Neste caso, um livro. A primeira obra que me vem à cabeça é do escritor americano…

  • 7ª Arte

    Papillon (1973)

    Nos anos 30, os mais perigosos condenados franceses eram enviados para a Ilha do Diabo, na Guiana Francesa, a fim de cumprir as suas sentenças. Numa nova horda de condenados estão Henri “Papillon” Charrière (interpretado por Steve McQueen), um homem injustamente condenado a prisão perpétua, e o falsário Louis Dega (Dustin Hoffman). A história de Papillon (“papillon” significa borboleta em francês e era a tatuagem que Charrière tinha no peito) é uma história verídica e foi inicialmente publicada num livro homónimo em 1969, tendo sido adaptada ao cinema quatro anos depois. Ainda assim existem rumores de que Charrière se apropriou da história do verdadeiro autor, René Belbenoît, homem que terá…