Música

BBC Sound of 2017 – a bola de cristal da música

O BBC Sound Of nasceu em 2003 com o objetivo de dar a conhecer os novos protagonistas do mundo da música. Sendo que alguns dos vencedores anteriores incluíam Adele, Sam Smith, HAIM, Years and years e Ellie Goulding, este ganhou reputação como um um vislumbre para o futuro.

Os artistas selecionados são todos escolhidos a dedo por um painel de peritos imparciais da indústria da música. Este ano, os tastemakers foram escolhidos pela BBC News, sendo que a lista completa é publicada online.

O painel inclui apresentadores e produtores da BBC, bem como jornalistas, bloggers e outras figuras do meio, como organizadores e bookers para alguns dos maiores festivais (Glastonbury, T in the Park, Download, SXSW e Eurosonic) e conhecedores do meio (Spotify, Deezer e Youtube) – conseguindo, deste modo, representar um enorme espectro de estilos e origens musicais.

artigo1-rita-remedio

Artistas de qualquer país e género musical são elegíveis. Sendo que o objetivo é ter uma seleção que não seja já amplamente conhecida pelo público em geral, estes não devem estar no UK top 20 ou ter ficado conhecidos num programa de talentos do Reino Unido, como o The Voice ou o X Factor nos últimos três anos.

Este ano foram selecionados 15 finalistas de variadas áreas e sonoridades como o Rap e Vintage R&B de Dave e Jorja Smith, o Indie Pop de Declan Mckenna e o dreamy Synth-Pop de The Japanese House.

O Sound Of não pretende prever os artistas mais famosos de 2017, no entanto, como os júris têm um nível de influência sobre a música que é ouvida pelo público em geral, este pode ser visto como um bom barómetro do sucesso futuro. É esperar para ver, ou, neste caso, ouvir!


The Japanese House, artista que faz parte da longlist de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *