Opinião

Benfica – persistir no erro sem dar conta

Ganhar parece ser suficiente para manter uma equipa que não se mostra forte para defender o título ganho na época passada.

A renovação dos encarnados não foi uma boa aposta. A saída de Garay e Siqueira, o eixo defensivo forte, e de Rodrigo e Cardozo, uma dupla que até fez sucesso nos anos gloriosos do clube encarnado, deixou marcas que até agora Jesus não conseguiu dar resposta. As novas apostas não se têm revelado, pelo menos na defesa, ganhas e o clube mostra grandes dificuldades numa área tao importante quanto é a defesa.

Mesmo os reforços no ataque que o Jesus conseguiu para a equipa não estão a dar o rendimento desejado. Culpa deles? Não me parece. Jesus não tem feito as escolhas acertadas e isso reflete-se num jogo fraco por parte de uma equipa que devia estar a lutar, a sério, pela renovação do título. Talisca e Derley podiam estar a render muito mais à equipa se tivessem mais minutos em campo. Só se cresce praticando, só se aprende errando. Jesus parece ter medo de arriscar, mas estas apostas cada vez que estão em campo não desiludem. É pena não vê-los mais tempo em campo.

Ainda assim, o Benfica consegue ser líder do campeonato, mas só o é porque os seus rivais também não estão à altura. Ser líder é dar o exemplo e o Benfica tem de dar o exemplo, mostrando o que já foi noutras épocas.

Na Champions o caminho mostra-se rasteiro e cada vez mais sombrio. O Benfica não tem alcançado os resultados que se quer de um clube que pretende apostar alto nestas competições. Desde que começou a liga milionária, o Benfica soma duas derrotas: uma em casa e outra fora. E contra o Leverkusen, não nos esqueçamos, o Benfica foi completamente humilhado, trazendo para casa uma pesada derrota de 3 golos, com apenas um golo marcado em terreno alemão.

A folgada vitória contra o Arouca não faz esquecer a época fraca que os encarnados estão a fazer. A vitória para a Taça de Portugal contra o Sporting da Covilhã é um pequeno alento para os adeptos que anseiam pelo regresso do Benfica de outros tempos.

Mas como a esperança é a última a morrer, a minha ainda é viva e espera ver o Benfica marcar pontos na Champions e melhorar o seu jogo na Primeira Liga e merecer o lugar onde está.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *