• Media

    3 séries que não deviam ter sido canceladas

    O artigo que vos trago este mês expressa a minha indignação relativamente ao cancelamento destas séries. Todas tinham potencial para continuar e todas me despertaram aquele sentimento de querer saber o que vai acontecer a seguir. Acho que esse é que foi o problema, isto é, aquilo que me deixou chateada com o facto de terem terminado, porque ficarei sempre no escuro em relação ao seu desfecho. E admitam: ninguém gosta de ficar no escuro em relação a nada. As séries que vos trago são três: The Society, MindHunter e Spinning out. The Society The Society contava a história de um grupo de adolescentes que vivia na cidade de West…

  • Media

    5 séries que podes ver na televisão

    Este sábado, dia 21 de novembro, celebra-se o Dia Mundial da Televisão e eu trago-te 5 sugestões de séries que consegues ver nos diversos canais de televisão. Muito embora hoje em dia todos vejamos a maior parte das séries nas plataformas de streaming, como Netflix ou HBO, também nos canais de cabo estão no ar as mais recentes temporadas de séries e reposições de algumas séries mais antigas. “Anatomia de Grey“ Em “Anatomia de Grey”, os médicos do Grey Sloan Memorial Hospital lidam com a vida e a morte todos os dias. É uns nos outros onde encontram conforto, amizade e, por vezes, romance. A série conta diversas histórias sobre…

  • Media

    Outlander: Uma viagem no tempo

    A série que trago hoje é Outlander, um romance de ficção histórica baseado nos livros de Diana Gabaldon. Se já estás cansado daquelas séries curtas que são ótimas para passar o tempo, mas que não têm grande história, então Outlander é para ti. Esta não é uma série curta e leve para passar o tempo, pelo contrário, trata-se de uma história um pouco complexa e muito envolvente, com episódios de cerca de uma hora. A história começa no século XX, logo após a II Guerra Mundial, quando Claire Randall, uma enfermeira britânica que esteve na guerra, vai com o seu marido, Frank Randall, para Inverness, nas Ilhas Britânicas, para uma…

  • Media

    Record of Youth: até onde devemos perseguir um sonho

    Acho que “querer crescer” é algo que está constantemente na nossa cabeça até alcançarmos uma determinada idade. Queremos a liberdade, a vida e as experiências dos “crescidos”. Eventualmente, alcançamos essa idade e somos “crescidos” – e isso torna as coisas menos engraçadas. Record of Youth é uma das estreias de novembro da Netflix Portugal. Na série Coreana, Sa Hye-jun – Park Bo-gum no seu último papel, antes de partir para os seus dois anos de serviço militar obrigatório – é um aspirante a ator que, além de fazer trabalhos enquanto modelo, tem diversos part-time. Vindo de uma família humilde, não se pode dar ao luxo de se focar apenas em…

  • Media

    Orphan Black: Quantas somos?

    Como te sentirias se, dentro de uma mala que roubaste, estivesse um cartão de cidadão com uma cara muito semelhante à tua?  É com esta situação que te deparas assim que dás uma oportunidade a Orphan Black e começas a assistir. Sarah Manning (Tatiana Maslany), uma órfã britânica com algum histórico criminal, assiste a um suicidío de uma mulher, Elizabeth Childs, numa estação de comboios. Devido ao facto de ter uma filha e devido à sua situação precária, esta decide ficar com a mala que Childs deixou para trás e até roubar a sua identidade, na esperança de conseguir mais algum dinheiro que lhe permita fugir e começar uma nova…

  • Media

    THE GIFT: Os segredos e mistérios das vidas passadas

    The Gift: série turca lançada em 2019 e produzida pela Netflix. Atualmente, a série deixa os espetadores presos ao ecrã com a garantia de que vão refletir sobre vidas passadas, após cada episódio. É composta por duas temporadas e pode ser caracterizada como sendo uma série de drama, mistério e fantasia. A produção tem como personagem principal a atriz Beren Saat (Atiye), que desempenha o papel de uma jovem artista que, aparentemente, tem uma vida estável em Istambul, com um namorado ideal e uma família perfeita. Porém, tudo isto muda a partir do momento em que a personagem conhece o arqueólogo responsável pelas escavações nas ruínas do Templo Gobekli Tepe.…

  • Media

    Emily In Paris

    Emily in Paris estreou na Netflix no passado dia dois de outubro e tem dado muito que falar: desde os outfits da personagem principal à forma como Paris é retratada. Esta comédia romântica segue a vida de Emily (Lily Collins), uma jovem natural de Chicago, que consegue o seu trabalho de sonho em Paris. Ao longo de dez episódios, acompanhamos a rotina de Emily: desde o trabalho numa agência de Marketing às novas amizades e um novo interesse amoroso, tudo isto conjugado com outfits arrojados. Com uma premissa assim, é inevitável que esta seja mais uma série sem grande história e apenas tenha entretenimento na sua forma mais pura. Contudo,…

  • Media

    The Umbrella Academy: o apocalipse dos anos 60

    Após um apocalipse que caracterizou a brilhante primeira temporada, a série “The Umbrella Academy” voltou para uma segunda parte, nos finais de julho, mais forte do que nunca. Os visuais mudaram, as personalidades moldaram-se, assuntos polémicos penetraram-se, os passatempos diversificaram-se, novas caras apresentaram-se, novos amores surgiram, mas ainda continuam a ser os mesmos super-heróis comprados e adotados pelo excêntrico bilionário Sir Reginald Hargreeves. A diferença é que o realizador Steve Blackman leva o espetador para um outro espaço temporal: os anos 60.  Para quem não viu a primeira temporada, não seria de todo interessante colocar aqui o seu final. Por isso, neste artigo não encontrarão qualquer tipo de spoiler. A…

  • Media

    Quatro razões para veres Sex and the City

    Já se passaram mais de 16 anos desde que a HBO emitiu a última temporada de Sex and the City. De 1998 até 2004, e acrescendo-lhe posteriormente dois filmes, foi um marco na história da ficção e representou de forma exímia as vidas atribuladas de quatro mulheres distintas. Repleta de diversidade, Sex and the City desmistificou inúmeros tabus, dando aos espetadores uma nova e mais expansiva perspetiva da vida. Atrevo-me a dizer que haverá apenas uma parte muito limitada de pessoas que não assistiu a este êxito intemporal. Tenho de reconhecer que, até há pouco tempo, eu era uma dessas pessoas. Por isso, se ainda pertences a esse círculo, permite-me,…

  • Media

    Little Voice: Encontra a tua voz

    No artigo deste mês, trago-vos uma série que nos faz refletir sobre a dificuldade que temos em encontrar a nossa voz, assim como sobre o impacto que queremos que ela tenha. Eu sei que a história se foca, principalmente, na música, mas também podemos transportar os problemas da personagem principal para o nosso dia-a-dia. Little Voice é uma série da Apple Tv+, que se estreou no dia 10 de julho deste ano. Conta com uma temporada de 9 episódios, o que até considero curtinhos.             Esta série conta-nos o caminho que a jovem Bess (interpretada por Brittany O’Grady) tem de percorrer para encontrar a sua voz no mundo da música.…