Literatura

Entrevista: projecto “Quem conta um conto”

“Quem conta um conto” é um projecto recém-criado que pode mudar tudo para quem gosta de ler, principalmente se tiver pouco tempo. O processo é muito simples: depois de se inscrever, o leitor recebe periodicamente no e-mail contos muito curtos que poderá ler, por exemplo, no caminho para o trabalho. A ESCS MAGAZINE falou com Rita da Nova que, com apenas 23 anos, trabalha numa empresa de software de gestão e é uma das mentes por detrás desta ideia. A Rita explicou-nos tudo sobre o “Quem conta um conto” e respondeu às nossas curiosidades.

 

Como é que surgiu a ideia deste projecto?

A ideia surgiu entre mim e um amigo meu, o João. Eu estou a tirar uma pós-graduação em Artes da Escrita e, um dia, como tinha algumas dúvidas relativamente a uma coisa que tinha escrito para uma cadeira, enviei um e-mail ao João para me dar opinião. Ele respondeu com qualquer coisa como “isto é que é vida, receber contos no e-mail!” Fez-se logo luz, ali.

De momento, quantas pessoas estão envolvidas?

Até ao momento somos cinco, mas eu e o João é que “comandamos as tropas”. Ele tem os conhecimentos de informática e programação e eu trato da parte mais criativa, nomeadamente da escrita. Depois temos mais três pessoas a ajudar com a escrita de contos.

Os contos são escritos por autores conhecidos ou são vocês mesmos que os escrevem?

Todos os contos são escritos por nós e fazemos questão de que não estejam publicados em lado nenhum antes. Ou seja, são mesmo escritos de propósito para os leitores do “Quem Conta um Conto”.

Se alguém quiser participar na escrita, como é que pode fazer?

Estamos abertos a participações, a única coisa que pedimos é que nos enviem alguma coisa que tenham escrito, para que vejamos se o estilo de escrita vai ao encontro daquilo que queremos para o projecto.

Qual é o critério de escolha dos contos?

Não há uma lista de critérios que defina se o conto pode ou não ser publicado. Partilhamos aquilo que escrevemos entre nós, damos feedback uns aos outros, e é a partir daí que definimos o que sai e quando sai. É mais uma questão de sensibilidade e gosto do que outra coisa.

Quem é o público-alvo?

Hoje em dia as pessoas têm pouco tempo para ler, por isso queremos chegar a todos aqueles que gostam de o fazer mas sentem que não conseguem precisamente porque têm um ritmo de vida demasiado agitado para se sentarem a ler.

Apesar de ser um projecto pós-acordo ortográfico, que acordo usam? Porquê?

Deixamos à consideração de quem escreve. Eu, por exemplo, escrevo na antiga ortografia porque é assim que me sinto mais confortável. É uma questão de estilo de cada autor.

Já tem muitos utilizadores?

Ultrapassámos recentemente a barreira dos 400, o que nos deixou mesmo muito felizes.

Já receberam algum feedback? Foi positivo?

Temos recebido bastante feedback, seja directo, por e-mail ou através das redes sociais (Twitter e Facebook) e tem sido todo bastante positivo. As pessoas não só gostam da ideia, como estão a gostar dos contos. Aliás, em mais de 400 pessoas inscritas, só duas é que cancelaram a subscrição. Estávamos à espera de que fossem muitas mais!

Há pessoas que se inscreveram e não estão a receber os contos, estão a conseguir resolver esse problema?

Não existe nenhum problema concreto. Até agora só enviámos dois contos, andámos durante um tempo a tentar perceber qual a melhor periodicidade de envio. Por isso, pode dar-se o caso de as pessoas se terem inscrito entre o envio dos dois contos. Outra coisa que pode acontecer, sobretudo com quem utiliza contas Gmail, é os contos irem parar ao Spam ou ao separador de “Promoções”. Não podemos fazer muito para resolver essa questão, apenas alertar para esta possibilidade.

Pretendem expandir o projecto? De que maneira?

Ainda é muito cedo para falar em expansão porque ainda nem sequer estamos “no ar” há um mês. Inicialmente queremos levar o projecto com calma e fazer as coisas com cabeça para que possamos manter os subscritores e aumentar a lista de leitores. Claro que já pensámos nalgumas coisas que gostaríamos de introduzir mas, por enquanto, queremos manter o segredo para não criar falsas expectativas nos nossos leitores.

 

Se ficaste interessado, experimenta. Podes inscrever-te em www.quemcontaumconto.pt ou visitar a página de Facebook no endereço https://www.facebook.com/quemconta1conto.

conta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *